Confira 4 tendências para vendas, comunicação e tecnologia em 2021

Consumidor ‘prosumer’, atendimento omnichannel e humanização alinhada à Inteligência Artificial: confira 4 tendências para vendas, comunicação e tecnologia em 2021

Para auxiliar executivos, empresários e todos os empreendedores interessados em agilizar o processo de transformação digital de seus negócios, com foco na humanização e no uso assertivo de ferramentas de Inteligência Artificial, alguns dos maiores especialistas do mercado se uniram para apontar as principais tendências na área de Comunicação, Vendas e Atendimento para 2021.

Inclusive, todas elas estão reunidas no livro: “O Poder da ConveniêncIA Omnichannel no Atendimento”, lançado neste mês em um evento online.

Image by Gerd Altmann from Pixabay

Escrito por profissionais com ampla experiência técnica e de mercado, com uma linguagem didática e acessível, um dos principais focos do livro é mostrar, passo a passo, o caminho que as empresas devem seguir para se manterem em constante crescimento durante sua jornada de transformação digital.

Para isso, entre as principais tendências de mercado elencadas pelos especialistas para os próximos anos, quatro destaques são:

Novo perfil do consumidor: vem aí, os “prosumers”
Imediatista, empoderado e em busca de empresas que ofereçam soluções rápidas, eficientes e convenientes, algumas pesquisas internacionais recentes têm alertado sobre uma nova classe de consumidores que está emergindo: os chamados “prosumers” – termo originado do inglês “prosumer”, que vem da junção das palavras produtor + consumidor. Ou seja, consumidores que estão cada vez mais se engajando não só no processo de consumir, como também no de produzir e criar seu próprio estilo de vida e consumo, gerando valor e autenticidade aos negócios.

Comunicação integrada e a força das comunidades
Em um mercado cujas palavras conectividade, conveniência e automação de processos formam o tripé de relacionamento das marcas com seus consumidores, a comunicação integrada apresenta-se como uma das melhores soluções para as empresas que buscam otimizar e escalonar seu atendimento, onde quer que seus clientes estejam.

Para isso, duas dicas fundamentais são: investir no atendimento omnichannel, que pode ser realizado de forma integrada e simultânea por diferentes plataformas, como WhatsApp, Facebook Messenger, Facebook Comments, Webchat, Telegram, Microsoft Teams, e-mail e SMS; e ficar de olho nas comunidades virtuais formadas, sobretudo, no campo das redes sociais, e por meio das quais os consumidores interagem entre si e com as empresas utilizando uma conexão direta, que elimina intermediários nos processos de compra ou de comunicação.

Palavra de ordem: ConveniêncIA
Ainda com foco no perfil dos “prosumers” e do Consumidor 4.0, outra tendência em alta para 2021 é a aplicação prática do conceito de ConveniêncIA. Isto é, a combinação entre Conveniência e Inteligência Artificial que visa automatizar e agilizar cada vez mais processos como de Vendas e Atendimento, por exemplo, levando em consideração a personalização dos serviços oferecidos e as necessidades específicas de seus clientes.

Inteligência Artificial, sim! E humanização, também!
As relações humanas nunca estiveram tão em alta na cultura digital. Porém, mais do que implantar um atendimento automatizado, é preciso também considerar a qualidade e eficiência dos serviços oferecidos aos clientes.

Para isso, a dica é investir em bots inteligentes de atendimento, capazes, por exemplo, de fazer análise de sentimentos, transcrições de áudio para texto e até traduções simultâneas, ideais para expandir e garantir um serviço de alta qualidade em qualquer idioma. E isso, claro, alinhado a um atendimento empático e efetivo, que possa vir a ser prestado por um humano na sequência.

Image by Seanbatty from Pixabay

“Seja por meio das redes sociais, comunidades ou grupos de discussão, hoje é muito mais fácil para os consumidores conseguirem o que eles querem, da forma e no momento mais conveniente para eles. Por isso que escrevemos este livro: para munir as empresas com informações precisas e atuais sobre tecnologia, atendimento, vendas e inovação, a fim de prepará-las no presente, já de olho no futuro”, diz Francisco Pinheiro Neto, CEO da Fortics.

Sobre o livro

Idealizado por executivos da Fortics, que é especializada em plataformas de atendimento e comunicação omnichannel – redes sociais, mensageria e voz – o livro tem como autores Arthur Igreja (expert em inovação e transformação digital, cofundador da plataforma AAA, TEDx Speaker e palestrante internacional) e Edineudo Oliveira, Edison Figueira, Francisco Pinheiro Neto e Hugo Santos, respectivamente, CPO, CIO, CEO e Head de Marketing da empresa.

Com prefácio assinado pela especialista em Marketing Digital e e-commerce, professora e sócia-diretora da Digitalents, Sandra Turchi, a obra reúne dicas, análises e exemplos práticos de como aliar tecnologia, custo/benefício e conveniência para oferecer um atendimento cada vez melhor e humanizado ao consumidor 4.0.

Sobre a Fortics

A Fortics é uma empresa brasileira, referência em plataformas de atendimento e comunicação omnichannel. Sediada em São Paulo (SP) e com unidades em Fortaleza (CE), Curitiba (PR) e Pato Branco (PR), além de atuar de norte a sul do Brasil a empresa também atende nos Estados Unidos, contando com um escritório em Orlando, na Flórida.

Fonte: ViaNews Hotwire

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Kantar lança e-book com resoluções para as marcas em 2021

Livro traz artigos de executivos do Brasil e América Latina com tendências para o próximo ano

Sabemos que muitos de nós já estamos ansiosos para arrancar a última folha do calendário e deixar 2020 para trás. Mas 2021 será repleto de desafios, um ano que carregará nas costas uma bagagem de grandes mudanças, principalmente no comportamento dos consumidores. Tivemos que reaprender a se conectar, rever e fortalecer nossos posicionamentos de marca, nos adaptar, muitas vezes revendo e modificando planejamentos inteiros.

Desde o começo da pandemia, a Kantar, uma das maiores empresas de pesquisa do mundo, lançou edições quinzenais e mensais do seu Barômetro COVID-19, trazendo novas informações, sempre atualizadas, sobre como os brasileiros – e as populações de outros 29 mercados – foram afetados e reagiram a todas as mudanças causadas pelo coronavírus.

Com tudo o que foi apresentado, a empresa termina o ano lançando um e-book com artigos sobre o que esperar para 2021: Resoluções para Marcas em 2021 traz seis textos assinados por diferentes executivos da Kantar no Brasil e América Latina, com perspectivas atualizadas e previsões sobre temas como CX, inovação, marca, analytics e mais.

“Nós planejamos esse ebook como uma lista de resoluções de fim de ano, que todos nós costumamos fazer, com a diferença que ele contém previsões que servirão como metas para as marcas, ajudando-as a navegar os mares incertos de 2021”, afirma Valkiria Garré, CEO de Insights da Kantar Brasil.

Entre os temas abordados no e-book, estão:

– Como transformar uma marca em 2021

– Como avaliar o CX de forma diferente e inovadora

– Como descobrir o que os consumidores esperam para esse novo ano

– Como fazer uma marca continuar atual

– Como descobrir novas tendências

– Como converter inovação em crescimento

O e-book Resoluções para Marcas em 2021 está disponível para download gratuito aqui.

Fonte: Tamer Comunicação – Karina Rodrigues

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Senac e liderança

Como ser um bom líder
Docente do Senac Taubaté traz dicas de como se tornar um bom chefe

MLQHCxYPSer um bom líder, para algumas pessoas, pode parecer fácil. Mas para muitos, assumir uma equipe pode ser bastante assustador. Lidar com pessoas diferentes em um mesmo ambiente, a cobrança de ser chefe, ser muito duro ou muito fraco, motivar sua equipe, etc., são situações do dia a dia que um bom chefe deve lidar com maestria.

Se você tem dúvidas sobre sua liderança ou quer melhorar ainda mais o engajamento de sua equipe e sua postura como chefe, confira algumas dicas da docente da área de gestão e negócios do Senac Taubaté, Suélen de Carvalho Vieira.

1. O que caracteriza uma pessoa como um bom líder?
Um bom líder deve ter um discurso coerente com as suas atitudes praticadas na gestão. Se o líder fizer essa autoanálise, conseguirá perceber se suas atitudes são reflexos dos valores que acredita para ser um bom líder e isso servirá como um termômetro.

“É comum as pessoas terem objetivos e não terem um plano coerente para execução das ações a fim de alcançá-los, e muitas das vezes não priorizam estabelecer os valores e princípios que vão nortear essa conquista”, conta a docente.

2. Qual o primeiro passo para ser um bom líder?
Ao assumir um cargo de gestão, o primeiro passo é investir tempo em conhecer a equipe que irá trabalhar “com você” e não “para você”.

“O conhecer, não é saber somente aquelas informações básicas de apresentações, mas a especificidade e a individualidade de cada um. Saber sua trajetória profissional, seu perfil de trabalho, suas conquistas profissionais, as lições aprendidas, valores escolhidos e seus sonhos e ideais, para que, através desse conhecimento, o líder possa integrar as pessoas a um objetivo comum, e potencializar as qualidades individuais para desenvolver um bom trabalho e sinergia na equipe”, afirma Suélen.

3. Quero ser um líder
– Um bom líder ama não só o que faz, mas ama pessoas. “Sempre que inicio uma aula de gestão faço a seguinte afirmação: ‘Se você busca trabalhar gerindo pessoas e recursos humanos, você precisa amar o que é vital para o sucesso de um negócio, as pessoas’. O ser humano é subjetivo com características peculiares, não tem uma fórmula matemática para tratar todos da mesma maneira. Por isso a complexidade de gerir pessoas, mas se você partir deste princípio e lembrar que você também é um ser humano, ficará mais fácil ter algumas atitudes para ser um bom líder”, explica.

– O líder deve se ver como parte integrante da equipe. Buscar práticas como conhecer rotinas e processos, observar, ter macro visão, ter imparcialidade nas análises promovendo cultura de fatos e dados, saber ouvir (dar atenção às pessoas), paciência, respeito, ser acessível a sua equipe, ter inteligência emocional e como premissa ter ética na condução de suas ações.

executive-461649_640

4. Cuidado com os erros
Um dos principais erros cometidos é o líder não ter um planejamento para desenvolver na sua equipe autonomia e não preparar sucessores. Apesar de o comprometimento ser uma atitude esperada nos profissionais, há algo implícito quando se trata do comprometimento no papel de líder. A expectativa é de que ainda que aconteça mudanças e ocorra ausência do líder, a equipe esteja preparada para conduzir suas atividades com foco, domínio e autonomia atingindo as metas estabelecidas. E caso essa ausência seja definitiva, a alta administração deveria ter um plano de contingência e/ou de sucessão, sugerido previamente pelo líder, servindo como base para tomadas de decisão.

5. Não faça em hipótese alguma
Permitir falta de conduta ética na sua equipe de trabalho;
Ser ouvinte de comentários destrutivos dos seus colaboradores sobre seus colegas de trabalho. É preciso perceber quando essa prática se transforma em “fofoca” para não permitir que ela cresça, buscando conscientizar os colaboradores, que toda organização, ao deparar-se com problemas, precisa ter possibilidades de soluções;
Não administrar os conflitos. Se há conflito é porque houve divergência ou distorção no foco e objetivo proposto à equipe. Existem várias causas de conflitos, e o erro ou a falta de comunicação é uma das principais, todavia é importante ressaltar que o conflito bem gerido contribui para o crescimento pessoal e profissional do indivíduo tirando as pessoas da zona de conforto causando mudança e desenvolvimento.

6. Está inseguro em seu cargo?
Há várias ferramentas para fazer uma avaliação sobre o desempenho como líder e a sugestão é que sejam usadas concomitantemente:
Ter conhecimento de indicadores como: absenteísmo, acidentes de trabalho, índice de entrada, índice de saída, índice de rotatividade (turnover) e investimentos em treinamentos;
Pesquisa de Clima Organizacional: é possível verificar com a área de RH qual a projeção e viabilidade para realizar a pesquisa na empresa. Essa pesquisa mostrará qual o índice de satisfação do colaborador em vários âmbitos, inclusive liderança;
Avaliação de Desempenho: há métodos formais de avaliação de desempenho, entre elas a avaliação 180º, onde o gestor avalia o subordinado, o subordinado se auto avalia e também avalia seu superior e tudo através de um formulário padrão, que normalmente é estabelecido pela área de RH. A empresa, juntamente com o gestor, pode viabilizar essa prática contratando também serviços de consultoria que auxilia na elaboração da ferramenta adequando à realidade do negócio;
Prática de feedback: “Gosto muito da frase do Mario Sergio Cortella em A Arte de Liderar, onde ele fala: ‘Elogie em público e corrija em particular. Um líder corrige sem ofender e orienta sem humilhar’. Esse é um ponto importante a considerar, pois o feedback eficaz é aquele que é realizado individualmente, em um local adequado e reservado, tem frequência, manutenção e qualidade de tempo”, completa Suélen. O líder que faz isso constrói uma relação de confiança, fazendo com que seu colaborador tome conhecimento tanto de suas potencialidades como também de suas limitações, a fim de construir em conjunto um plano de desenvolvimento, podendo assim o colaborador expor suas percepções quanto ao desempenho. E nesta relação o líder alcançará a avaliação sobre o seu trabalho.

gloves-1192164_640

7. Ferramentas para melhorar a sua liderança
A leitura de livros e artigos sobre gestão, bem como os Tipos de Gerações (baby bommers, X, Y e Z), pesquisas de cases e fazer cursos são imprescindíveis para uma carreira de gestão. O Senac Taubaté oferece, por exemplo, cursos como Técnicas de Liderança, Desenvolvimento de Liderança e Administração de Conflitos.

8. Os tipos de líder. Qual deles é você?
Há vários tipos de líder, mas é importante se fazer uma pergunta: Qual tipo de líder eu quero ser? E o que falta em mim para ser esse líder? Existem muitas teorias sobre os estilos de liderança e ao compreender os estilos é possível nomear o tipo de líder. A teoria mais conhecida trata-se da divisão que se faz entre o líder democrático, autoritário, liberal e situacional.
Democrático: almeja a participação de todos na equipe, incentivando e orientando. Sabe ouvir as opiniões da equipe e define junto com ela os objetivos desejados e as tarefas a serem realizadas;
Autoritário: domina e determina o plano e o que será executado pela equipe, buscando a obediência por partes dos colaboradores. Esse comportamento se assemelha ao antigo “chefe”;
Liberal: o liberal participa minimamente do processo. A equipe possui total liberdade para definir diretrizes e formas da execução do plano, isso é bem aplicável em equipe com profissionais experientes e com comportamento autônomo;
Situacional: uma liderança que transita pelos três estilos anteriores, se ajusta ao perfil da equipe sob condições variadas, podendo ser determinado pelas circunstâncias, capacidade de comunicação e também os traços de personalidade, pois compreende-se que para cada perfil e situação é necessário adequar o tipo de liderança.

“É importante salientar um assunto muito discutido atualmente, que é a Gestão de Mudanças. Vivemos em um mundo globalizado que gera mudanças constantes, sendo necessário o líder saber lidar estrategicamente com as mudanças, bem como gerenciá-las. Há uma grande tendência do comportamental humano que é resistir às mudanças, porém elas sempre vão existir, por isso um grande diferencial é trabalhar adaptação ao cenário de mudança e a resiliência”, conclui a docente.

Cursos na área de gestão e negócios
O Senac Taubaté oferece em sua programação inúmeros cursos na área de gestão e negócios, entre eles:

Administração de Conflitos
Desenvolvimento de Liderança
Gerenciamento do Tempo
Gerência e Supervisão de Vendas
Planejamento de Carreira e Gestão de Talentos
Técnicas de Liderança

Para mais informações sobre os cursos, valores e inscrições, basta entrar em contato com a unidade pessoalmente, por meio do telefone (12) 2125-6099 ou acessando o Portal Senac (www.sp.senac.br/taubate).

Serviço:

Cursos livres na área de gestão e negócios
Senac Taubaté
Endereço: Rua Nelson Freire Campello, 202, Jardim Eulália
Informações: (12) 2125-6099 | www.sp.senac.br/taubate

Share and Enjoy !

0Shares
0 0