O Propósito de marca e seu impacto no engajamento dos clientes

Como Aumentar suas vendas utilizando propósito

Empresas como Coca-Cola, Apple, McDonald’s e Tesla compartilham mais do que uma longa história de sucesso; as 4 tem um propósito de marca bem definido, que permeia todas as suas ações e reflete sua verdadeira essência. Porém muitas vezes confundimos a identidade de marca com o conceito de missão, mesmo que o propósito vá além ao responder por que uma empresa existe e qual impacto deseja causar no mundo.

“O propósito de marca é a razão fundamental de sua existência como empresa. Ele expressa sua essência e aspirações, oferecendo uma direção clara que guia todas as decisões e estratégias de marketing. E se esse propósito é percebido pelos clientes ele acaba criando a sensação de pertencimento caso seus ideais sejam semelhantes tornando a venda não somente um processo de troca de valores financeiros e sim também de valores morais”, diz o especialista em marcas Eros Gomes.

A definição clara de um propósito de marca oferece múltiplos benefícios, tanto para a empresa quanto para seus clientes:

1. Aumento das Vendas: Consumidores buscam identificação com os valores de uma marca. Estudos mostram que 70% dos consumidores preferem comprar de empresas cujos valores se alinham com os seus. Isso significa que um propósito de marca bem definido pode aumentar significativamente as chances de conversão de vendas.

2. Maior Engajamento: Com a era digital, os consumidores têm mais canais para interagir e expressar suas opiniões. Uma marca com um propósito claro e alinhado com os valores de seus clientes tende a gerar maior engajamento e fidelidade, com consumidores dispostos a promover espontaneamente a marca.

3. Desempenho da Equipe: Internamente, um propósito bem definido motiva os colaboradores, proporcionando um sentido de propósito que vai além das metas financeiras. Isso é particularmente relevante para as gerações mais jovens, que valorizam trabalhar em empresas com uma missão clara e impactante.

4. Relevância no Mercado:00 Em um mercado competitivo, destacar-se vai além da qualidade dos produtos ou serviços. O propósito de marca contribui para a singularidade da empresa, fazendo com que os consumidores escolham a marca por seus valores e impacto social.

“Porém a implementação de um propósito realmente eficiente envolve planejamento e comunicação clara. Todas as ações da empresa devem refletir de forma constante e continua seus valores e objetivos. Por exemplo, uma marca focada em sustentabilidade não pode testar cosméticos em animais e muito menos em um momento de crise financeira trocar suas conhecidas embalagens biodegradáveis por embalagens comuns”, diz Eros.

A comunicação também é essencial. Gestores, colaboradores e clientes devem conhecer o propósito da marca, e o mesmo deve ser integrado em todos os canais de comunicação e marketing.

Marcas consagradas ilustram bem como um propósito de marca pode ser implementado com sucesso. A Coca-Cola, por exemplo, há mais de um século promove a ideia de “refrescar o mundo e inspirar momentos de otimismo e felicidade”. Essa mensagem é consistentemente refletida em suas campanhas publicitárias, eventos e ações corporativas, solidificando sua posição no mercado e sua conexão com os consumidores.

“Mas como se pode garantir que o propósito de marca está sendo eficaz? Para isso é crucial monitorar e avaliar os resultados. Isso inclui coisa como indicadores de performance, feedback dos clientes e a percepção dos colaboradores sobre o propósito da empresa. Essa análise contínua ajuda a ajustar estratégias e garantir que o propósito esteja verdadeiramente integrado em todas as ações da empresa”, comenta o especialista.

Em conclusão, um propósito de marca bem definido não apenas direciona as estratégias de uma empresa, mas também cria uma conexão mais profunda com os consumidores e colaboradores. Ao implementar e comunicar efetivamente esse propósito, empresas podem alcançar maior relevância, engajamento e sucesso sustentável no mercado.

Fonte: Cross Design – Eros Pereira Gomes

Você sabe lembrar a internet que a sua marca existe?

Por Paulo Pereira*

Se você leu essa pergunta imaginando que basta ter um site e algumas redes sociais para ser considerado presente na internet, saiba que, infelizmente, a sua marca pode não ser tão marcante para as pessoas. Hoje, a competição pela atenção do público exige estratégias simples, porém sofisticadas, de marketing digital.

Construir uma presença digital sólida envolve investir em algumas ferramentas importantes para que as empresas entendam os comportamentos dos seus consumidores, adaptem novas abordagens nas redes sociais e estejam sempre presentes nos canais certos, no momento certo. E a protagonista desses processos é a inteligência artificial (IA).

Um estudo recente da Twilio, intitulado “Relatório de Engajamento do Cliente 2023”, revelou que 78% dos consumidores brasileiros deixariam de comprar em empresas caso sua experiência não fosse personalizada. Inclusive, em 2022, 38% dessas pessoas reportaram frustração após interagir com uma marca. Esses números evidenciam a importância de se manter uma experiência de comunicação agradável e relevante.

Em primeiro lugar, é preciso aproveitar a inteligência artificial (IA) em seu modo mais simples, descobrindo tendências emergentes no setor. A IA generativa, por exemplo, pode não apenas analisar dados de desempenhos passados, como prever e antecipar mudanças no comportamento do cliente, seus padrões de consumo e suas preferências.

O atendimento ao cliente também pode servir insights valiosos em plataforma com chatbots que, além de personalizar cada diálogo, podem coletar feedbacks dos consumidores. Uma simples análise automática de sentimento é possível identificar como as interações estão alterando a percepção da empresa e quais medidas corretivas ela precisa tomar em cada serviço.

Além disso, e o que considero o principal para reforçar a existência de uma marca, é o uso da inteligência artificial na internet e nas redes sociais. Junto aos insights de atendimento ao cliente e às pesquisas de mercado, as empresas que investem em IA especializada na criação de conteúdo e na adequação de cada publicação para a mídia tendem a obter uma taxa de conversão muito maior do que qualquer outro concorrente que, assim como você imaginou no início do texto, acredita ser o suficiente uma conta logada nas redes sociais.

Isso porque a frequência de publicações, por exemplo, depende também de um planejamento de conteúdo engajador, que consegue reter a atenção dos consumidores em segundos e, por fim, conectá-los com o que a marca tem a oferecer. Por isso, a mistura de respostas rápidas aos clientes, interações alinhadas com as preferências do público-alvo e a produção de mídia criativa, com uma mãozinha da IA, pode ser decisiva para uma marca memorável.

No entanto, é importante ressaltar que o uso da IA no marketing digital não se trata de aproveitar os dados como bem entender. É necessário um cuidado ético e transparente no tratamento das informações dos consumidores, garantindo a privacidade e a segurança de seus dados. Além disso, a IA deve ser vista como uma ferramenta complementar, que auxilia na tomada de decisões, mas não substitui a criatividade, a empatia e o olhar humano.

Em um mundo saturado de informações, a competição pela atenção online é feroz, e uma marca que não sabe se comunicar não é uma marca ativa na vida das pessoas. Por isso, quando as empresas incorporam estratégias de marketing digital pensando, principalmente, em conhecer o seu cliente e ouvir seus interesses, elas têm utensílios para se destacar em meio ao ruído digital e se assegurar de que a internet não apenas saiba de sua existência, como também reconheça sua relevância e valor.

*Paulo Pereira é especialista em Data Digital Science e CEO da Desbrava.ai

Quais são os ingredientes para uma marca atingir relevância no mercado?

por João Brognoli*

Já é consenso de que não existe uma receita para o sucesso no mundo dos negócios. Nenhuma fórmula mágica que, se seguida corretamente, garante que uma empresa será relevante ou bem sucedida em seu mercado de atuação. Cada empreendedor ou gestor precisa saber, desde cedo, a necessidade de encontrar e construir o seu próprio caminho. No entanto, há ingredientes chaves que serão fundamentais para elaborar essa história.

João Brognoli

Para ser relevante, invariavelmente uma companhia precisa passar por um processo de construção da autoridade. Nada confere maior peso à relevância de um negócio do que o estabelecimento de uma reputação positiva que abarca todos os aspectos associados à marca. A estruturação do posicionamento como referência em seu setor de atuação se dá por diferentes caminhos, passando desde a indicações e conquistas em premiações de mercado, pela presença de forma constante e qualificada na imprensa, até a produção de conteúdos relevantes e atualizados nas redes sociais. Tais esforços, combinados, podem conferir à empresa um protagonismo inquestionável em seu segmento.

No entanto, é preciso entender que a autoridade por si só é insuficiente sem o elemento vital da entrega de resultados. Independentemente do setor ou do tamanho da corporação, é impraticável preservar uma posição relevante no mercado sem atender às expectativas e demandas dos clientes e parceiros. O sucesso de uma marca é frequentemente medido pelo valor que ela entrega, refletindo diretamente na sua capacidade de gerar números tangíveis e satisfatórios. Se a produção não estiver coerente com o que é esperado, todo o resto à volta irá desmoronar, uma hora ou outra.

Pilares fundamentais

Apesar da ausência de uma fórmula definitiva para a conquista da relevância, é inegável que a construção de autoridade e a entrega de resultados são elementos fundamentais. Contudo, tais elementos estão longe de operarem de forma isolada. Na verdade, eles atuam muito mais como peças de um quebra-cabeça que se encaixam para gerar relevância e êxito de um negócio. Nesse sentido, costumo dizer que existem quatro pilares fundamentais que sustentam a autoridade e os resultados de uma empresa: vendas, gestão, performance e cultura.

As vendas representam a essência do negócio, pois são responsáveis por gerar receita e impulsionar o crescimento. Já uma gestão eficaz garante que os recursos sejam alocados de forma estratégica, os processos sejam otimizados e os objetivos obviamente alcançados. A performance, por sua vez, refere-se à capacidade da corporação em executar suas operações com excelência, mantendo altos padrões de qualidade e eficiência. Complementando tudo isso, a cultura organizacional molda todo o ambiente de trabalho, influenciando o comportamento dos colaboradores e a maneira como é conhecida, tanto interna, mas principalmente externamente.

Alcançar o equilíbrio dos pilares permite que uma companhia estabeleça uma base sólida, não apenas para manter sua autoridade, mas também para garantir resultados consistentes e significativos. Cada fator, atuando em harmonia com os demais, cria um ecossistema empresarial resiliente e adaptável às dinâmicas do mercado.

Sucesso por diferentes olhares

Da mesma forma que não existe um modelo único para se tornar relevante, é preciso sempre ter em mente que também não há uma única forma de sucesso. Existe, por exemplo, empreendedor que deseja ter sucesso financeiro e não tem interesse em ter uma posição de destaque na mídia, enquanto outros preferem assegurar o reconhecimento midiático do que um faturamento tão expressivo.

Independentemente dos objetivos específicos, é essencial que os empreendedores tenham uma definição clara do que constitui o sucesso para sua organização. Até porque, só é possível saber como chegar num objetivo após ter ele muito bem definido. Tal clareza facilita a escolha de estratégias e ferramentas adequadas, como as metodologias OKR, que proporcionam uma estrutura perceptível para a organização e acompanhamento de metas, alinhando toda a empresa em direção a um propósito comum.

Embora não exista um manual para a busca da relevância, a combinação de construção de autoridade, entrega de resultados e o fortalecimento de pilares estratégicos é uma receita que tende a ser extremamente saborosa. Apesar dos ingredientes serem muitas vezes compartilhados entre os empreendedores, o modo de preparo é que irá verdadeiramente trazer um toque diferente ao negócio. E hoje é o grande desafio das marcas que almejam notoriedade no mercado.

*João Brognoli é CEO e fundador do Grupo Duo&Co, holding focada na prospecção de novos negócios em comunicação e marketing. Com especialização em inovação e estratégia pela Universidade de Harvard, o empreendedor é um dos nomes mais conceituados da nova geração no setor de comunicação e marketing no Brasil.

10 dicas de marketing para conquistar mais clientes em 2024

Varejo deve ter 1,5% de crescimento real em 2024; especialista dá dicas para vender ainda mais

O varejo brasileiro deve continuar em ritmo de alta em 2024, como apontam as projeções da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que indicam um crescimento real de 1,5% para o próximo ano. Nesse panorama, é importante que os empreendedores e empresas contem com técnicas e práticas de marketing que ajudem a impulsionar as vendas e conquistar mais clientes, garantindo o lucro e se destacando da concorrência.

Frederico Burlamaqui – especialista em marketing e estratégia de negócios
Foto: Raphael Bernadelli

Desde a segmentação do público-alvo até a adoção de novos canais de distribuição, há uma série de medidas que podem ser tomadas para atrair mais clientes e aumentar a receita, é o que aponta o especialista em marketing e estratégia de negócios, Frederico Burlamaqui. “O marketing é uma poderosa ferramenta para atrair, engajar e conquistar clientes. Ele ajuda as empresas a se conectarem com seu público-alvo de maneira efetiva, destacando-se da concorrência e gerando impacto positivo nas vendas e nos resultados. Os negócios que não estão atentos a essa estratégia podem ficar para trás, perdendo oportunidades de crescimento e sucesso”, explica.

Frederico conta que para impulsionar as vendas, é essencial compreender quem constitui o público-alvo da sua empresa, para que seja possível, antes de qualquer coisa, desenvolver estratégias de marketing e vendas eficazes que atinjam esse conjunto de pessoas com maior propensão a se interessar pelos produtos ou serviços que você oferece. “É fundamental coletar informações sobre o mercado e os consumidores, processo pode ser conduzido por meio de pesquisas de mercado, análises da concorrência e monitoramento de redes sociais. Ao compreender o público-alvo, fica mais fácil desenvolver campanhas de marketing direcionadas e personalizadas, aumentando as oportunidades de conversão e fidelização. É fundamental ter em mente que o perfil do público-alvo pode evoluir ao longo do tempo, sendo necessário manter-se atualizado e atento às transformações no mercado e no comportamento do consumidor”, explica Frederico.

10 dicas de marketing para conquistar mais clientes em 2024

1 – Invista na sua Marca

A marca é uma espécie de “super resumo” das percepções que o cliente tem de um negócio. Ela condensa expectativas de qualidade, atendimento, design e padrão de serviços, sendo o ativo mais importante de qualquer negócio e o fator central de compra para maioria absoluta dos consumidores. Invista na construção e gestão de uma marca confiável e desejável, alinhada com os desejos do seu mercado-consumidor.

2 – Invista em estratégias digitais e SEO

O Marketing Digital se destaca como uma das abordagens mais eficazes para impulsionar as vendas, permitindo que as empresas alcancem uma ampla audiência de maneira rápida e eficiente. Essa estratégia demanda investimentos em SEO, que consiste na otimização do site e do conteúdo para os motores de busca, tornando-os mais acessíveis aos potenciais clientes. Adicionalmente, é fundamental investir em conteúdo de qualidade, abrangendo blogs, redes sociais e e-mail marketing, para atrair e envolver os clientes.

3 – Foque no relacionamento com o cliente

Investir no relacionamento com o cliente é outra tática essencial para aumentar as vendas. Isso implica fornecer atendimento de alta qualidade, com respostas rápidas e eficazes, além de soluções personalizadas que atendam às necessidades específicas dos clientes. Ferramentas de CRM e pós-venda também são indispensáveis para manter o relacionamento com os clientes e assegurar a sua fidelização.

4 – Faça promoções e ofertas especiais

Promoções e ofertas especiais surgem como estratégias eficazes para atrair uma maior clientela e incrementar as vendas. Disponibilizar descontos e promoções em datas marcantes, como a Black Friday e feriados, e criar ofertas especiais incentivadoras para impulsionar as compras são práticas recomendadas. Além disso, investir em gatilhos mentais, como a escassez e a urgência, pode estimular os clientes a realizar compras.

5 – Ofereça uma experiência personalizada

Para elevar ainda mais a satisfação do cliente, é fundamental adotar tecnologias que possibilitem a personalização da jornada do consumidor. Por meio da análise de dados e comportamentos de compra, é possível oferecer recomendações precisas e ofertas exclusivas. Ao compreender as preferências individuais, a empresa proporciona uma experiência única, fortalecendo o vínculo e aumentando as chances de fidelização.

6 – Utilize as redes sociais de forma estratégica

O impacto das redes sociais no cenário atual é inegável, e sua utilização estratégica pode potencializar a visibilidade da marca. É essencial criar e manter uma presença consistente, escolhendo plataformas alinhadas ao perfil do público-alvo e aos objetivos do negócio. A interação proativa, seja por meio de conteúdo relevante, respostas rápidas ou participação em discussões relevantes, fortalece o engajamento.

7 – Explore o poder do vídeo marketing

Em um ambiente digital cada vez mais visual, o vídeo marketing se destaca como uma ferramenta poderosa para envolver e cativar a audiência. Através de vídeos, é possível contar histórias envolventes, apresentar detalhes exclusivos de produtos e transmitir mensagens impactantes. A versatilidade do formato permite adaptar a estratégia para diversos propósitos, desde tutoriais explicativos até campanhas emocionais, algo que ajuda a empresa a conquistar a atenção do público de maneira mais efetiva, gerando maior identificação e memorabilidade.

8 – Utilize o poder das avaliações e depoimentos

As avaliações e depoimentos desempenham um papel fundamental na construção da confiança do consumidor. Destacar feedbacks positivos de clientes satisfeitos e incentivar a comunidade a compartilhar suas experiências fortalece a credibilidade da marca. Essa transparência proporciona aos novos consumidores uma visão autêntica sobre a qualidade dos produtos ou serviços, influenciando positivamente as decisões de compra.

9 – Faça follow-up de vendas

O follow-up de vendas representa uma estratégia fundamental para incrementar as vendas, possibilitando que as empresas mantenham contato constante com os clientes e ofereçam novas oportunidades de compra. Isso demanda investimentos em geração de leads, prospecção, abordagem, negociação e fechamento, além do uso de ferramentas de automação de marketing e inbound marketing, que permitem que as empresas mantenham um contato eficiente e personalizado com os clientes.

10 – Analise as oportunidades

Diversos negócios podem ter grandes oportunidades – ou mesmo novas necessidades competitivas – com o avanço da tecnologia, as vendas online tornaram-se cada vez mais relevantes para o sucesso de um negócio, sendo uma aliada importante para impulsionar as vendas e atrair novos clientes. Nesse ponto, o e-commerce/ loja virtual, aplicativos e plataformas de vendas devem ser considerados.

Fonte: Trio Comunicação – Flávia Ferreira