Minidocumentário aborda a importância da tecnologia no RH

Com pouco mais de 5 minutos, o documentário mostra como a tecnologia pode melhorar o RH das empresas

A agência de vídeo marketing Smarty, dirigiu um minidocumentário sobre o software de RH da Convenia – Startup que desenvolve tecnologia para a área de Recursos Humanos. Com o título “Reinventando o RH: do operacional ao estratégico”, o vídeo de 5´25,” aborda as rotinas e os desafios do departamento de RH, focando em como uma ferramenta online pode otimizar tempo, reduzir erros e, ainda, gerar retorno financeiro para a empresa.

A ideia surgiu quando os sócios do Convenia – Rodrigo Silveira, Marcelo Furtado e Anderson Poli – perceberam que seria importante divulgar de maneira mais ampla que muitos profissionais de RH ainda não usam tecnologia para auxiliar a execução de suas atividades diárias e que as ferramentas online podem reinventar a área. A opção pelo formato documentário para web foi a escolha por causa do dinamismo e pelo fato de agregar depoimentos, evocando a identificação do espectador com o tema.

A expectativa é que esse minidocumentário auxilie na discussão sobre o papel do RH e sobre como as empresas podem amplificar seus resultados com apoio da tecnologia. Dirigido por Diego Monteiro, fundador da agência de vídeo marketing Smarty, e com edição e finalização de Fernando Quintais, o vídeo pode ser assistido aqui:

Sobre o Convenia

O Convenia é um software de RH na nuvem para a pequena e média empresa. Com rotinas controladas em Excel, aumentando sua eficiência e eliminando perdas operacionais, trabalhistas e financeiras.

Sobre a 

A agência de vídeo marketing Smarty foi fundada em 2017, que atua tanto na produção de vídeos para as redes sociais como no planejamento e divulgação. Criada por Diego Monteiro, que também fundou a startup Scup – ferramenta de monitoramento de redes sociais –  ele é também autor de um livro sobre métricas em redes sociais.

Fonte: Cata-Vento Comunica – Juliana Matheus

Vaga para atuar em marketing

Colégio busca estagiário para atuar no setor de marketing

O candidato deve estar cursando publicidade e propaganda e dominar programas de computação gráfica (Photoshop, Illustrator, Corel Draw).Também deve saber fazer Edição de Vídeo Premiere, Vegas etc) e gostar de arte, vídeo, fotografia.

Enviar currículo e portífólio para marketing@tableautaubate.com.br

Vaga para Produtor de RTVC

Agência busca produtor

A Midianext, uma empresa do Grupo Focusnetworks está recrutando Produtor de RTVC (Filmagem e Produção)

Requisitos:

* Formação em Publicidade e Propaganda/ RTV ou Produção Audiovisual.

Descrição das atividades:

* Responsável pela produção audiovisual da agência;
* Posicionado entre o Gestor de Contas e Diretor de Criação;
* Responsável por todos os recursos do estúdio (fotografo, equipamentos, compras etc);
* Coordenação das atividades do estúdio;
* Responsável pelo detalhamento financeiro, recursos e prazo de cada produção;
* Condutor de todas as etapas da produção;
* Responsável pela composição e produção de cena.

E-mail: curriculo@focusnetworks.com.br

Vaga em produtora de vídeos

Oliveira Vídeos busca atendimento

A oportunidade é para trabalhar inicialmente em home office vendendo os serviços da empresa.

Ganhos de comissão de 10% em cima dos contratos fechados.

A Oliveira Vídeos é uma empresa jovem, em crescimento e procura uma pessoa:

-Comunicativa
-Simpática
-Proativa
-Organizada
-E que resida em São José dos Campos ou Jacareí

Interessados enviar email com currículo para oliveira.videos@hotmail.com

Tem vaga para editor freelancer

Vaga de freelancer – Editor de Imagens

Vaga para pessoa com conhecimento em Photoshop CS6 ou superior

Irá realizar redimensionamento de imagem e tratamento no Photoshop.

Será um diferencial aqueles que possuem conhecimento com Corel Drawl, Light Room e outras ferramentas de edição do pacote Adobe. Se tiver algum material de edição, favor enviar em anexo.

Interessados enviar currículo para monteiro-cesar@uol.com.br

Vídeo mobile e o click to call

O que é e para que serve o click to call na publicidade em smartphones?

Os vídeos interativos são uma grande oportunidade para converter espectadores em clientes, envolvendo-os na ação, através de diversas interações que podem ser feitas diretamente do vídeo (por exemplo, seguir uma marca nas redes sociais, aferir preços e características de determinados produtos ou, até mesmo, comprar).

smartphone-1445448_640

Agora existem plataformas online que permitem adaptar vídeos tradicionais ou criar vídeos interativos do zero. Como a Cinemad , uma startup argentina que acabou de abrir seu escritório no Brasil.

Uma das opções de interação é o Click to call. Mariano Locane, cofundador da empresa hermana, explica do que se trata:”Fizemos para uma marca da Unilever do Chile, lava louças Quix.Nesse caso, utilizamos a interação de Click To Call Mobile para inserir um botão que permite adicionar um número ao Whatsapp para participar de um concurso”.

No Chile, o prêmio do concurso consistia em alguém de fora do domicílio do vencedor lavar a louça acumulada do dia 18 de setembro, dia em que se comemora o aniversário da primeira junta nacional do governo chileno, feriado em que todos se reúnem em casa, formando uma pilha de pratos sujos que ninguém quer lavar.

“As pesquisas falam por si só sobre a efetividade desta ação em particular e dos vídeos interativos em geral. Atingimos um CTR de 2,9% e incrementamos a comunicação direta da marca com seus consumidores vía Whatsapp em 321%” salientou Lo Cane.

A ação Click To Call, especialmente desenvolvida no formato mobile, pode ser adaptada para diversas marcas e suas distintas necessidades segundo o objetivo da campanha.

Outro exemplo de sucesso, mas dessa vez no mercado brasileiro, foi a utilização do Click to Call na campanha da rede de fast food Habib’s – após um simples clique no botão apresentado durante o video, o usuário era direcionado para o discador de seu smartphone com o telefone do delivery de uma maneira rápida e direta. Com toda essa facilidade, o resultado atingiu um incrível CTR superior a 4%.

Sem dúvidas, as possibilidades de uso dos vídeos interativos, tem pela frente um bom caminho a percorrer no futuro imediato do mundo mobile.

Fonte: Daniel Salman – Consultor de mídia

Oficina de vídeo

Oficina de Vídeo no Senac Guaratinguetá

unnamed-1O Senac Guaratinguetá está com inscrições para o curso livre Oficina de Vídeo. Neste curso, o aluno é preparado para realizar vídeos experimentais, respeitando as etapas de pré-produção, produção e pós-produção, explorando as linguagens audiovisuais e compreendendo as especificidades de cada função para a realização de uma obra audiovisual.

Data: 17/10 a 12/12
Horário: 18h30 às 22 horas; segunda, quarta e sexta-feira

Serviço:
Local: Senac Guaratinguetá
Endereço: Avenida Doutor João Baptista Rangel de Camargo, nº 50, Centro
Informações e inscrições: (12) 2131-6300 ou www.sp.senac.br/guaratingueta

Vaga para editor de vídeo

Vaga para editor de vídeo na Atlas Imagem & Cia – Taubaté

editing-1141505_640

Requisitos mínimos: dominar os softwares Adobe Premiere e Adobe After Effects

Salário inicial: R$ 1.300,00 + V.T e V.A

Horário de trabalho: de segunda à quinta, das 08:00 hrs às 18:00 hrs e sexta, das 08:00 hrs às 17:00 hrs.

Os interessados devem enviar o currículo para: video2@atlasimagemecia.com.br

Qualidade é tudo no vídeo mobile

Videos mobile: quando o importante é a qualidade

A publicidade em vídeo na era digital deve apontar para um cliente ativo e segui-lo o tempo todo e em todos os lugares. Para isso, a possibilidade de acessar esses videos a partir de dispositivos móveis é essencial. Importante ressaltar que o móbile no Brasil já representa 67% do tempo gasto na internet e apenas 33% via desktop, segundo dados fornecidos pela ComScore em março deste ano.

13592813_1161046923969133_56613655770270896_n

O video publicitário que só propõe ao usuário ser um espectador passivo do conteúdo tem prazo de validade, porque o consumidor digital busca claramente interagir e encontrar um serviço muito além da publicidade.

Um 62% da geração dos “Millennials” (brasileiros com idade entre 18-34 anos) são usuários de mobile e 19% não utiliza o desktop em momento algum. Como este cliente digital é predominantemente mobile e está permanentemente conectado a todos e em todos os lugares, os videos interativos devem chegar a ele neste formato.

No entanto, a qualidade é fundamental, porque um vídeo interativo que não é reproduzido devidamente ou cujos botões de interação não funcionam bem no celular, gera o efeito contrário: a má experiência do consumidor é uma perda para a empresa.

Então, para oferecer presença e qualidade, garantindo assim uma excelente experiência ao usuário que pode transformar, graças ao vídeo interativo, o espectador em cliente, é fundamental recorrer às plataformas online especializadas em desenvolver produtos desse estilo. Uma delas é a Cinemad, uma startup focada em agregar interações de social media, e-commerce e marketing a qualquer vídeo, o que permite melhorar sua efetividade ao torná-lo interativo, inteligente e clicável.

Se desde o dispositivo móvel for possível assistir o vídeo e, além disso, seguir a marca nas redes sociais utilizando o botão que se encontra no mesmo vídeo; se você puder clicar em um item e descobrir o seu preço, apresentações, etc, e até mesmo adquiri-lo usando apenas o smartphone, estará oferecendo uma experiência alinhada com as expectativas dos consumidores digitais e falando sua língua Para a empresa que não os possui, o primeiro objetivo para satisfazer o cliente digital que não quer publicidade, mas sim a informação e serviço, é transformar seus videos comuns em interativos ou criar novos.- Ambas opções são possíveis através da Cinemad. Depois, é fundamental que estejam disponíveis para dispositivos móveis, garantindo uma experiência completa.

O vídeo publicitário, então, não tem razão para ser deficitário em relação às outras linhas de comunicação com o cliente; pelo contrário, deve ser bem aproveitado para gerar conversão entre um público cada vez mais acostumado à interação, à tecnologia como solução de problemas e ao ambiente digital participativo.

Sobre a Cinemad

Cinemad é uma plataforma online que permite agregar interações de redes sociais, e-commerce e marketing a qualquer vídeo, visando melhorar sua efetividade e converter assim, um vídeo comum em um anúncio interativo.
A startup nascida na Argentina já conta com escritórios em Chile,Espanha, México e Porto Rico. No mês de junho abriu seu escritório no Brasil com uma meta de curto e médio prazo para dar a conhecimento de seu produto.

Fonte: Partner Press & PR

Coluna Entre Parenteses

O Jornalismo no Youtube

coluna renata

Se você não está familiarizado com a Comunicação Social de maneira geral, você deve estar se perguntando, como o jornalismo pode se relacionar de forma positiva com o Youtube? Bem, vamos lá.

A febre do momento, entre as novas e antigas gerações, são os canais do Youtube. Todos os dias milhares de canais surgem com inúmeros temas, para diferentes idades e personalidades. Cada canal, embora possua similaridades, possui diferenciais que contribuem para o seu sucesso em particular.

No Jornalismo, o Youtube surgiu como uma nova fonte de trabalho e informação. É possível extrair comportamentos e histórias reais de canais já conceituados, como também é possível criar seu próprio meio de atuação profissional.

A plataforma de vídeos do Google existe desde 2005, mas esse potencial como veículo de comunicação de massa só foi descoberto há pouco tempo pelos profissionais de todo mundo. Atualmente, já podemos observar diferentes canais de jornalistas inseridos na plataforma, oferecendo um conteúdo variado com conhecimento e prática profissional, diferenciando-se de todo conteúdo amador veiculado no Youtube.

film-589491_640

Embora a plataforma possua canais com produções quase cinematográficas, ainda é muito difícil encontrar canais comprometidos com o jornalismo e com foco total na informação. O conteúdo jornalístico ainda não se consolidou tanto quanto os canais de temas segmentados, de humor e entretenimento. Mas a nova ferramenta pode ser utilizada a favor do jornalismo, de maneira geral.

Com engajamento e um pouco mais de tempo, a profissão pode ganhar um espaço importante para produzir conteúdo e conquistar uma liberdade de atuação que, talvez, não seja possível na imprensa tradicional.

Nós, profissionais da área, temos a ferramenta perfeita nas mãos, se nos comprometermos com a verdade, mas estivermos abertos às inovações do nosso tempo, com certeza o jornalismo irá sobreviver ao tempo e se adaptar aos novos moldes da comunicação, ao contrário do que muitos falam por aí. Pense nisso!

Aqui tem uma lista de canais criados por jornalista brasileiros. Confere aí:

Canal Comunicômio – do jornalista Luiz Eugenio.
http://bit.ly/21LkNV0
Manual do Mundo – do jornalista Iberê Thenório
http://bit.ly/2a8T2Ve
Roda e Avisa – do jornalista René de Paula Jr.
http://bit.ly/2aucBXf

Além desses canais, os veículos tradicionais também conquistaram seu espaço na plataforma de vídeos e estão buscando se adaptar.

TV Globo: http://bit.ly/29VhXJO
TV Cultura: http://bit.ly/2a8TB1r
TV Record: http://bit.ly/29Vilbv