Dança das cadeiras

Outubro começou bem

Comecinho de mês de outubro e o mercado não dá folga. Segue movimentado! Veja na sequência a movimentação de profissionais de comunicação de nossa região.

O ainda estudante de oitavo semestre de publicidade e propaganda da Unitau, Mateus Sales, foi contratado como programador de core loops pela Hibernian Workshop, um estúdio francês que desenvolve jogos eletrônicos para computador e consoles.

A já publicitária formada pela Unitau, Gabriela Nanni, assumiu o posto de Analista de desenvolvimento de embalagens Júnior na Johnson & Johnson em São Paulo.

Pâmella Terra, formada em tecnologia em Gestão de Recursos Humanos pela Anhanguera e com MBA em Marketing e Vendas pela mesma instituição passa a compor o time comercial da Jovem Pan 98,3 – Taubaté.

E Luana Natali Moreira, formada em Design Gráfico pela UNIP, é a nova Designer gráfico júnior no Grupo Oscar.

O sonho da capital paulista realizado

Publicitário do Vale do Paraíba empreende em São Paulo

O nosso entrevistado da vez é Pedro Henrique Simões, sócio da Esgrima, agência sediada na capita paulista. Pedro é formado em publicidade e propaganda pela Universidade de Taubaté.

Esgrima, a agência que é a consolidação do sonho do Pedro e de seu sócio Henrique

Esgrima, a agência que é a consolidação do sonho do Pedro e de seu sócio Henrique

Aproveite essa deliciosa entrevista:

1 – Você começou sua carreira no Vale do Paraíba. Conte um pouco da sua trajetória.

Comecei cedo, já no primeiro ano da faculdade. Isso foi em 2000, e eu tinha acabado de fazer 19 anos.
Tive a grande sorte de começar já com o Ricardo Asa e a Malu Costa na É! Propaganda. Aprendi muito. Comecei a me compor tecnicamente e aprendi o funcionamento de uma agência como um todo. Eu sempre quis trabalhar com criação, ser um Diretor de Arte, mas tive a oportunidade de ter contato direto com mídia, atendimento, planejamento, redação e produção. Algumas agências pequenas permitem isso e foi lá que aprendi a negociar com fornecedores, a acompanhar uma produção de um vídeo, a escrever um bom texto e por aí vai. Isso me ajudou a entender o trabalho de todos na agência. Foi uma passagem muito importante na minha carreira.

Fiquei na É! até abril de 2004. Tinha acabado de me formar e fui contratado pela Supera Comunicação de São José dos Campos para trabalhar como Diretor de Arte. Era uma agência grande, completamente diferente. Comecei a ter contato com clientes maiores, sem contar o número de pessoas a minha volta, era muito legal, fiz grandes amigos e aprendi muito com eles. Lá aprendi sobre estratégia de crescimento, sobre relacionamento com clientes, tive contato direto com jornalistas e assessores de imprensa, foi tudo muito rico.

No final de 2005 voltei para a É! Propaganda. Foi um retorno estratégico, pois eu tinha planos de voltar a estudar no ano seguinte e esse novo cenário me favorecia. Mas foi uma passagem rápida. Em maio de 2006 fui contratado, também como Diretor de Arte pela Publicarte. Lá foi onde desenvolvi os melhores trabalhos criativos da minha carreira até então. Nessa época trabalhava com uma equipe muito especial, e todos trabalhavam com muita paixão. Era bonito de ver. Em 2007 ganhamos o Grand Prix do Prêmio Recall e a Publicarte foi a agência mais premiada do interior do estado de São de Paulo naquele ano, foram 5 prêmios ao todo. Foi demais. Tenho muito orgulho de ter feito parte disso. Inclusive, foi lá que comecei a trabalhar com o, hoje meu sócio, Henrique Barros. Eu já o conhecia desde o colégio, mas era a primeira vez que trabalhávamos juntos na mesma agência. E a partir daí, a nossa parceria começou a tomar outra proporção e minha vida empreendedora começou a tomar forma.

Pedro Henrique sócio fundador da Esgrima

Pedro Henrique sócio fundador da Esgrima

2 – Como foi empreender em São Paulo?

Ainda em Taubaté, eu e o Henrique trabalhávamos juntos com os nossos freelas e a coisa começou a virar rápido e o planos de um dia ter a minha própria agência se encurtou de forma espantosa. No início de 2008 surgiu a oportunidade de atendermos a Vive Cosmétique, uma grande indústria de cosméticos sediada em São Paulo e ao mesmo tempo, uma grande concorrência para atendermos o setor de áudio e video da LG Electronics. Isso foi mais do que o suficiente para fazermos as malas e mergulharmos de cabeça. Sempre tivemos o sonho de trabalhar em São Paulo. A capital paulista é o mercado mais competitivo do Brasil e isso sempre nos atraiu bastante.

Tivemos um bom começo, viemos encarar o maior desafio das nossas vidas e sabíamos que não seria nada fácil. E nunca foi. Em 2009 a agência foi assaltada e levaram tudo. Computadores, equipamentos fotográficos, impressoras, TV. E isso tudo em meio a um lançamento nacional de uma TV da LG. Foi um grande baque. Mas, como o que não mata fortalece, seguimos em frente e reconstruímos a agência em menos de 2 meses.

Depois disso, o trabalho só cresceu, mais pessoas passaram a trabalhar com a gente, começamos a nos envolver com profissionais muito qualificados e dispostos a nos ajudar a crescer. E isso é muito valioso. Ainda em 2009 ganhamos três prêmios no Festival Brasileiro de Promoção, Design e Embalagem promovido pelo conhecido Rafael Sampaio e pela Revista About, consequentemente ficamos entre as agências The Hot Tops, como as mais criativas para se trabalhar. Em 2010 ganhamos dois troféus (ouro e prata) no Prêmio Popai Brasil, considerado o Oscar do Merchandising. Nesse mesmo ano ganhamos um prêmio diferente do que todos nós que estamos nessa área está acostumado. A matriz da LG na Coreia premiou os materiais e a equipe responsável pelo merchandising no ponto de venda da linha de áudio e vídeo, como o melhor trabalho entre todas as unidades da LG do mundo todo. Em 2013, recebemos da Avora Cosméticos uma premiação pela qualidade do trabalho, comprometimento e parceria empregados durante o ano. Confesso que esses dois últimos são os prêmios mais especiais que já ganhei. Carrego com a minha equipe esse reconhecimento pelo sangue que doamos em cada job.
Está sendo a melhor fase da minha vida.
3 – Qual é o formato de atuação da Esgrima?

A Esgrima é uma agência full service credenciada pelo CENP. Isso nos dá condição de atuarmos como uma agência de propaganda de forma completa. Trabalhamos muito com a criação de embalagens, projetos de PDV, criação de identidade corporativa, criação de campanhas de comunicação interna, marketing digital, campanhas publicitárias, e por aí vai. Gostamos de resolver problemas relacionados à comunicação e procuramos agir de forma muito criativa para dar conta de tudo isso.
Procuramos manter uma equipe enxuta, mas muito competente. Os profissionais que estão aqui hoje são muito competentes e possuem autonomia para pararem a agência se quiserem. É uma equipe fantástica e que deu um trabalhão pra montar. Temos uma dupla de atendimento criativo, dois Diretores de Arte, um redator, um mídia, um planejamento e uma pessoa responsável pela produção, sem contar os freelas e revisores que ficam externos.

alavanca
4 – Quais os principais desafios para os próximos anos?

Temos o projeto número 1 que é continuar a fazer a Esgrima crescer. Queremos fazer dela uma agência referência no mercado nacional e até mesmo internacional, mas sei que tem muito chão pra isso. Completamos 6 anos neste ano e isso é apenas o começo. O mercado publicitário é muito dinâmico e os desafios são constantes, não ficamos em stand by em momento algum.

Desenvolvemos um novo projeto para ajudar empreendedores a desenvolverem seu negócio. É uma consultoria especializada em turbinar ideias e fazê-las sair do papel de forma sustentável, inovadora e muito lucrativa. É um plano novo que eu e o Henrique estamos trabalhando. Não tem relação com publicidade e sim com empreendedorismo. Essa nova empresa chama-se Alavanca Aceleradora de Negócios.

Além da Alavanca, temos um outro ambicioso projeto. O ESP – Empreendedores de São Paulo. Reunimos um seleto grupo de empresários de São Paulo para debater ideias sobre o mercado, sobre economia, sobre inovação e ainda termos a oportunidade de ampliar o nosso networking e de todos os participantes. Também, dentro desse grupo, realizamos alguns trabalhos filantrópicos. Iniciamos com uma exemplar creche daqui de São Paulo e vamos ampliar.