Vaga para Redator publicitário sênior

A MaCost está à procura de Redator Publicitário Sênior /

 

Preferência por candidatos com:

Graduação em Publicidade e Propaganda / Marketing
Experiência mínima de 5 anos
Experiência com clientes B2B
Excelente escrita B2C, B2B, inbound, outbound
Excelente revisão
Criatividade, curiosidade e ser ávido por buscar conhecimento
Conhecimento em marketing digital, mídias sociais e suas ferramentas para correta criação de conteúdos
Possibilidade de Início Imediato
Localização em Taubaté e Região

Envie seu currículo e portfolio para malu@macost.com.br

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Vaga de estágio em comunicação

Oportunidade de estágio

Vaga para mulheres

A empresa de entretenimento Magic Lazer está em busca de uma profissional na área da comunicação para auxiliar em serviços de escritório interno com funções de: atendimento ao cliente (online), fechamento de contratos, elaboração de legendas e posts, entre outros…

Image by Robin Higgins from Pixabay

É necessário ser pro ativa com experiência na área, criatividade para trabalhos dinâmicos e que resida em Guará, Lorena ou Aparecida para trabalho presencial de Segunda a sexta. Faixa salarial: 1.200 a 1.500.

Interessadas favor enviar o curriculo e entrar em contato pelo Whatsapp 12 99765 5960. Falar com Vic.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Aplicativo Cartoonify chega fazendo sucesso

Aplicativo transforma sua foto em um desenho padrão Disney

Lançado há um mês, o aplicativo Cartoonify chega fazendo sucesso. Com ele, é possível transformar o rosto de uma pessoa, através de uma foto, em um desenho que lembra as famosas animações da Pixar Disney.

Já imaginou como seria sua aparência se você fosse um personagem de desenho animado? A tecnologia e a computação gráfica de hoje mostram que isso é possível. E não é um processo difícil, afinal, basta ter acesso à uma boa foto e um aplicativo que cumpre esta função. Idealizado pelo trio Fernando 3D, Bruno Sartori e Leandro Gomes, ele já é realidade. O aplicativo Cartoonify foi colocado nas lojas virtuais da Google há um mês e já está fazendo grande sucesso com os usuários. Tudo isso é possível graças a um algoritmo de redes gan com inteligência artificial.

Um dos motivos que deu início a esse projeto foi quando os Bruno Sartori e Fernando 3D publicaram um vídeo e uma ilustração feito com Inteligência Artificial em suas redes sociais. “O sucesso foi imediato. A partir daí, as pessoas começaram a pedir ilustrações próprias”, conta o diretor de arte, Fernando 3D. Neste mesmo período eles conheceram o desenvolvedor de softwares especialista em Inteligência Artificial, Leandro Gomes: “Com mestrado em engenharia, de imediato ele topou transformar esta ideia em um aplicativo”, acrescenta Fernando.

O app já está disponível da Google Play Store e já teve mais de 10 mil downloads. Diversas melhorias estão a caminho, conta Fernando 3D: “Uma delas é fazer animações do rosto e até compartilhar como figurinha (stickers) no WhatsApp, melhorando a interação do público com o aplicativo”.

Mas não é uma tarefa fácil. O diretor de arte lembra que “uma infraestrutura de Inteligência Artificial é cara, e para garantir a sustentabilidade do projeto foram incluídos anúncios e a possibilidade de se tornar apoiador do projeto, onde retiramos as propagandas”. E as novidades não param por aí. Fernando 3D destaca que o trio já está planejando em melhorias para o aplicativo e quer entrar com outros programas no mercado “que tem como base a Inteligência Artificial (ou Core Business) como ponto principal do aplicativo”, detalha.

Enquanto isso, Fernando 3D já adianta: “Outros lançamentos estão prestes a acontecer em meio a essa tecnologia. Fiquem ligados, pois vem muita coisa por aí!”, completa o diretor de arte.

Fonte: Suporte MF Press Global – Jennifer da Silva

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Coluna “Discutindo a relação…”

Co criação: cada vez mais necessária e presente

Duas cabeças pensam melhor do que uma. Ouvi isso diversas vezes em situações familiares ao longo da minha infância e adolescência. Confesso que quando bem pequeno não entendia direito, mas depois, convivendo com uma turma de amigos que adorava trocar ideias e pensar junto, entendi de vez o sentido e o valor deste ditado popular.

E o que vemos no momento no mundo do marketing, da comunicação e da propaganda? Vemos o fortalecimento da ideia da co criação. A potencialização da ideia de não duas, mas muitas cabeças podem, juntas, chegar em ideias novas e em soluções eficazes para diversos problemas. Qualquer problema! De qualquer segmento de atuação.

Em marketing e propaganda isso tem se cristalizado, entre outras coisas, no crescimento do melhor uso dos influenciadores. Mas não apenas usá-los como mídia ou como um ou uma garoto ou garota propaganda, e sim atraí-lo para um interessante projeto de co criação. Nestes projetos, as ideias, a maneira de se comunicar e a abordagem ao público do influenciador são partes decisivas da entrega. É co criação na veia! Um dado importante aqui: 55% dos brasileiros on line pesquisam a opinião de creators antes de decidir e efetivar uma compra.

Image by 272447 from Pixabay

Outra coisa que tem tudo a ver com a co criação em marketing e propaganda é o uso do U.G.C., ou “user generated content”, ou melhor ainda, o conteúdo gerado pelo usuário. É uma estratégia ousada em que se conclama o público a colaborar com conteúdo para sua marca/produto/serviço.

Neste cenário uma importante mudança acontece: as marcas deixam de ser geradoras de conteúdo e passam a ser curadoras de conteúdo. A possibilidade de atrair pessoas e culturas (visões de mundo, de realidade) diferentes para diferentes projetos de comunicação é sensacional.

Nas agências de propaganda e/ou comunicação a ideia de co criação vem ganhando espaço. Ao invés de equipes fixas, muitas agências de menor porte montam equipes free lancers para cada trabalho ou para cada conta. Deste modo ampliam as possibilidades criativas, pois não ficam restritas a sua equipe apenas. De novo, poder atrair talentos de qualquer lugar para gerar soluções para problemas de comunicação é algo maravilhoso.

Com a pandemia e o distanciamento social trazido por ela, ficou claro que podemos – e até devemos – buscar pessoas para atuar junto com nossas equipes fixas. E estas pessoas não precisam estar na mesma cidade, no mesmo estado e nem no mesmo país. E, claro, não precisam estar em nosso escritório.

Co criar é quase que libertador! É uma ideia que, sem dúvida, devemos por mais em prática no nosso dia a dia.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Design Convida: evento promoverá encontro online

Design Convida: evento promoverá encontro online com grandes nomes do mercado de Brasília e do Brasil

Palestras ocorrerão nos dias 14, 15 e 16 de outubro em salas virtuais da plataforma Collaborate; o evento será gratuito e para participar basta acessar o link bit.ly/DesignConvida

A criatividade é o que move grande parte das profissões que compõem a chamada Economia Criativa. O Design é conhecido por ser uma das práticas que proporcionam um diferencial e conferem identidades únicas para marcas, projetos, prédios e muito mais. Afinal, quando se trata de criação, não há limites. Considerando a amplitude dessa profissão, o Centro Universitário IESB promoverá nos dias 14, 15 e 16 de outubro, diversas palestras com profissionais reconhecidos do Design de Brasília e do Brasil. Os conteúdo acontecerão sempre online, em uma sala virtual da plataforma digital Blackboard Colalborate – bit.ly/DesignConvida. Todos os acessos serão gratuitos e abertos para toda a sociedade, e as exposições ocorrerão sempre às 8h30 ou às 19h30.

O primeiro dia do Design Convida, como foi nomeada a série de eventos criada pelos professores do curso de Design Gráfico do IESB, contará com a presença do profissional Diego Justino. Atualmente, ele é um designer freelancer e compõe a equipe de comunicação do Deputado Distrital Fábio Felix (Psol). Em seus trabalhos, ele promove a luta pela igualdade racial e social. Ele irá falar na quarta-feira (14/10), a partir das 8h30.

Ainda no primeiro dia de evento, às 19h30, a designer e autora Manu Cunhas (@manucunhas) irá compartilhar um pouco de sua rica experiência profissional com alunos e sociedade. Ela é autora de quatro livros publicados por financiamento coletivo e ilustradora de vários outros. O primeiro Catarse foi o do livro “Como diria meu gato”, que trouxe junto o “Guia de cuidados felinos”, e o segundo “Outras meninas”, que recebeu o prêmio Jabuti de ilustração em 2017.

E as atrações não param por aí. Na quinta-feira (15/10), quem abre o evento às 8h30, é o cineasta Sandro Lopes, professor da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Em seu histórico acadêmico, ele aborda a tecnologia a partir do campo de comunicação midiática. Para ele, uma mídia democrática deve ter a base no pluralismo e na diversidade como um direito de todos. Ele também desenvolve o projeto transmídiático Nana e Nilo em que transita da ilustração à animação, além de produzir o projeto Kekere Infâncias e dirigir documentários, como “O lá e o aqui”. No YouTube, ele lançou a série “O que é animação negra?”.

O fechamento da quinta-feira fica por conta do Coletivo Contém – grupo de produtores culturais e agentes da economia criativa responsáveis pela execução de projetos como o itinerante Mimobar e também o Festival Ocupa!, que promoveu a revitalização da Piscina de Ondas de Brasília que há anos estava abandonada. O coletivo se destaca pelo trabalho de revitalização de espaços por meio da releitura de sua gênese, história e registros, propondo, para cada lugar, uma nova solução de ocupação. A palestra terá início às 19h30.

No último dia (16/10), a Avocado Design, responsável por projetos em parceria com Athalaia, PicniK, Só Reparos e outros, irá contar um pouco dos grandes trabalhos já realizados pela empresa. Eles iniciam o bate papo às 8h30. Por fim, para finalizar o evento, o designer Renan Sousa – que liderou a renovação da marca Procon, a mudança de posicionamento da Editora do Supremo Tribunal Federal e criou dezenas de marcas – irá contar sobre sua experiência no designer de marcas. Atualmente é sub-gerente de conteúdo da TV Justiça, professor de Design Gráfico no IESB e já fez trabalho para personalidades como Neymar e Jô Soares. Sua fala começa às 19h30.

Fonte: Profissionais do Texto – Bruno Santa Rita

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Inscrições para o 20º Prêmio Recall terminam no próximo dia 30

Agências que quiserem inscrever suas melhores criações na maior premiação publicitária do interior têm até 30 de setembro

As inscrições para a histórica 20ª edição do Prêmio Recall de Criação Publicitária terminarão em 30 de setembro. Cada peça tem o custo de R$ 190,00. A mais importante premiação publicitária do interior paulista entregará troféus de ouro, prata e bronze em nove categorias (Vídeo, Impresso, Áudio, Gráfico, Promocional, Packaging Design, Branding Design, Social Media e Social Media Stories), além do troféu de ouro Jack Ronc para a agência que obtiver o maior número de trabalhos no short-list.

As inscrições só podem ser feitas por agências de publicidade com sede no interior ou litoral do estado de São Paulo. A produção e a veiculação podem ser realizadas em qualquer local, mas a ideia tem de ser, comprovadamente, concebida por uma agência do interior ou do litoral. Concorrem trabalhos veiculados ou publicados no período de 1º de setembro de 2019 a 31 de agosto de 2020.

O júri será formado por publicitários renomados das principais agências, produtoras de som e imagem, escritórios de design e veículos da capital escolhidos pela equipe da Recall. Os jurados selecionarão 10% dos trabalhos inscritos em cada categoria, formando, assim, o short-list.

Em 19 anos, agências de todas as regiões do interior e litoral paulistas já participaram do Prêmio Recall, o que demonstra a abrangência e a importância desta premiação, que sempre contou, desde a sua 1ª edição, com um renomado corpo de jurados e o apoio da ABAP (Associação Brasileira de Agências de Publicidade). Nesta edição, o prêmio também conta com o apoio da ABRADI-SP (Associação Brasileira de Agentes Digitais).

No site www.premiorecall.com estão o regulamento completo e a ficha de inscrição. Mais informações podem ser obtidas pelo telefones (16) 2111-7200 e (11) 99313-0642 ou pelo e-mail tatiane@premiorecall.com.

Fonte: Fonte Assessoria de Imprensa

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Coluna “Discutindo a relação…”

Pesquisa aponta caminhos na relação clientes-agências

A Meio&Mensagem trouxe uma excelente matéria sobre pesquisa desenvolvida pela agência The Heart em parceria com a Bistrô Estratégia que tenta desvendar como será a relação entre agências e anunciantes no mercado pós pandemia do Covid 19. Tentarei aqui repassar alguns pontos importantes.

A pesquisa misturou aspectos quantitativos e qualitativos e ouviu 30 líderes de marketing de grandes anunciantes nacionais

Um dos aspectos levantados nesta pesquisa diz respeito à remuneração dos trabalhos das agências. O que se extraiu é que deverá acontecer uma adequação em função dos impactos econômicos causados pela pandemia.

O levantamento aponta que 50% dos clientes que contratam agência por fee devem mudar essa forma de remunerar no período pós Covid 19. Um dos caminhos será a adoção de contratação por projetos ou jobs. Nesta linha, outras informações relevantes: para 26% dos entrevistados a relação custo-benefício é decisiva e 19% querem parceiros estratégicos bem preparados para vencer novos desafios e que tenham capacidade de adaptação ao novo cenário.

Modelo ideal

Um ponto importantíssimo detectado é o que mostra que a busca de um formato ideal de relação passa pela criação de um modelo de atuação das agências que equilibre os seguintes aspectos: custos, consistência, fluidez e inovação.

Image by Gleen Ferdinand from Pixabay

Um aspecto fundamental, em minha opinião, levantado pela pesquisa diz respeito ao fato dos anunciantes acreditarem em um modelo de agência “não departamentalizado”, em que possa acontecer integração de ideias e haja um time multifuncional resolvendo problemas de forma criativa.

Sinergia entre dados e criatividade

Importante destacar que o levantamento aponta que para os clientes “a relação é menos sobre estar presente em todos os canais e mais sobre estar onde a marca, o budget e o target estão, para gerar mais sinergia com o resultado esperado”. Também vale destacar que os clientes/anunciantes desejam agência que gerem sinergia entre dados e criatividade.

Creio que os dados levantados sejam de suma importância para que as agências possam encontrar o melhor caminho para prosseguirem fortes e saudáveis após o fim das dificuldades impostas pelo período de pandemia e isolamento social.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

mLabs lança websérie no Instagram

TransCriativa mLabs: 1ª websérie no Instagram aborda empreendedorismo criativo e mostra como novas formas de fazer negócio estão mudando o Brasil

Projeto que rodou o país em busca de histórias inspiradoras, traz provocações entre tecnologia versus inovação e ainda aborda reflexão sobre o que é sucesso para pequenas empresas

A mLabs, plataforma líder de gestão de mídias sociais no Brasil, anuncia a 1ª Instasérie voltada para empreendedorismo do país. Projeto realizado com a parceria dos profissionais Alex Lima e Nathalia Montibellr, casal “think tank”, que topou percorrer o Brasil por 60 dias procurando casos de empreendedorismo que saiam da caixa, estará disponível no perfil @transcriativa. Ao todo são 30 histórias inspiradoras, que visam mostrar como o brasileiro consegue usar a criatividade para gerar renda e tornar o seu pequeno negócio competitivo.

Para Alex Lima, especialista na criação de projetos, que já trabalhou para empresas como Petrobrás, a aventura de embarcar em um motorhome e viajar o Brasil em busca de relatos reais de empreendedorismo mostrou um país diferente e cheio de oportunidade para crescimento. “Foi uma desconstrução profunda. Os pequenos empreendedores pensam em soluções diferentes e até engraçadas para chamar a atenção dos clientes. Em conversa com eles vi que a inovação não necessariamente está ligada com o aumento de tecnologia, pelo contrário, o aspecto inovador vem do próprio empreendedor em criar soluções efetivas para entender o público. Em uma ilha em Recife, por exemplo, as mulheres da região dão uma aula de empreendedorismo. Elas virão que incentivando o turismo e unindo a comunidade conseguiriam aumentar o preço do produto. O resultado foi mais do que o ganho em si, a mudança até gerou um impacto social no local” comenta Lima.

Segundo o Empresômetro de 2019, o Brasil conta com mais de 20 milhões de empreendimentos. Sendo que destes, 70% são pequenos, representando cerca de 13,5 milhões de negócios. De acordo com uma pesquisa encomendada pelo Facebook e realizada pelo Instituto Locomotiva, em parceria com o Ibmec, MPEs que se digitalizam aumentam em média 20% o seu faturamento mensal. Na visão da mLabs, a Instasérie vêm mostrar também como as redes sociais são aliadas das pequenas empresas. “Nossa intenção com a TransCriativa foi identificar histórias que comprovam o quanto a criatividade é realmente um combustível fundamental para os micro e pequenos negócios. Mas, imagina se essa inventividade passasse a ser exposta nas redes sociais onde estão conectados milhões de brasileiros? Sem dúvida essas empresas passariam a ter ganhos exponenciais, em especial, em vendas. É fato de que as redes sociais são mais efetivas para estes perfis de negócios do que para as grandes companhias”, comenta Rafael Kiso, fundador da plataforma e especialista em mídias sociais.

Para saber mais sobre a mLabs e sobre o projeto clique aqui.

Fonte: Emanoella Leite – Assessora de imprensa

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Coluna “Discutindo a relação…”

Pense em gente. Pense em coletivo

A primeira coluna de 2020. Que coisa! Embora tenha sido demonstrado – teve até um telejornal que entrevistou um matemático – que não entramos em uma nova década, não dá para escapar da sensação de um período ou ciclo mais longo terminado. Os anos 10 dos anos 2000 não foram nada fáceis: crise política, polarização, crise econômica, propaganda em cheque…

Agora que vencemos definitivamente o período de festas e que boa parte do pessoal que trabalha com publicidade e propaganda já está em seus negócios enfrentando jobs variados é hora de refletir um pouco sobre os principais desafios dos próximos 10 anos na comunicação publicitária.

Surgiram em diferentes publicações da nossa área dezenas de relatórios apontando tendências para 2020 e para os próximos cinco ou dez anos. Alguns são muito bons (veja esse aqui) mesmo e vale a pena (na verdade é quase obrigação) dar uma boa olhada.

Eu, humildemente, quero destacar alguns pontos que julgo mesmo importantes. Vamos lá:

Influenciadores – muitas pesquisas, relatórios e estudos apontam para a eficácia de um uso planejado e bem pensado dos chamados influencers. Não dá para ignorá-los. O importante é saber como trabalhar com eles para o bem das marcas que atendemos. Co-criação é o caminho!

Criatividade – os números, o analytics, o big data… tudo ajuda, é claro, óbvio ululante. Mas impactar seus interlocutores com algo original, pertinente e relevante não tem preço. Criatividade segue sendo o principal ativo da nossa atividade. Persiga boas ideias com afinco e determinação.

Diversidade – ideias surgem de pensamentos, culturas e modos de ver as coisas diferentes. A diversidade é fundamental para a propaganda. É fator que não pode ser adiado. Temos que ser mais inclusivos. Pra valer!

Gente – deixei por último de propósito… Em um ambiente de extrema inovação e enorme presença (bem vinda) da tecnologia é fundamental que pensemos em gente o tempo todo. A ponta do processo é uma pessoa. Como melhorar a vida daquela pessoa. Como deixar o dia, a semana, o mês dela melhor? Comunicação liga pessoas. Por mais traquitanas digitais/tecnológicas que lancemos mão, no final são pessoas nas duas pontas do processo. Pense em pessoas, preocupe-se com pessoas. Faça comunicação com cara de gente!

Imagem de Sasin Tipchai por Pixabay

Uma última coisa que não é dica de tendência e sim uma necessidade: o mercado publicitário do Vale do Paraíba precisa voltar a se reunir e trocar ideias. Precisamos falar como um mercado. Precisamos aumentar a percepção de valor da nossa atividade. Chega de praticar um esporte individual e vamos para um mais coletivo. Precisamos urgentemente disso!!!

Um 2020 cheio de cases bacanas pra rechear o portifa de todo mundo!

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Pra ficar ligado! Dicas de conteúdo

Quer ficar sintonizado com novas tecnologias, marketing e comunicação? Veja essas dicas de conteúdo

por Josué Brazil

Não são poucas as vezes em que meus alunos e até alguns ex alunos me pedem dicas sobre o que ler, ouvir e assistir para ficar sintonizado com as novidades e tendências do mundo do marketing e da comunicação. Então resolvi dar algumas dicas aqui no blog.

Está cada vez mais evidente que entender de tecnologia fará toda a diferença. Na verdade já está fazendo. Então algumas dicas vão nessa direção também. Vamos lá!

Um bom caminho é assinar algumas newsletters. Recomendo ao menos três que são gratuitas. A primeira é a Think With Google. Normalmente eles enviam um pacote com dois ou três artigos repletos de dados e insights do Google. Ajudam demais a entender cenários e tendências.

A segunda newsletter que recomendo é a Morse, editada pelo pessoal da Hands Mobile. Atualidades do mundo digital e mobile com linguagem leve e textos curtos. Muito bom!

E a terceira newsletter que recomendo é a do Gabriel Ishida. Baita profissional, o Gabriel fala de marketing e publicidade digital, plataformas, últimas notícias etc. Também com texto leve, fácil e pra consumir rapidinho.

Outra formato de conteúdo interessante é o podcast. E aqui vou indicar dois bem interessantes. Primeiro vou repetir a dica em relação a Morse, pois eles também tem um podcast bem bacanudo e que vale a pena ouvir. Notícias e entrevistas com gente fera da área de tecnologia e negócios.O segundo podcast é o Código Aberto, da Brainstorm 9 (ou B9). Eles entrevistam muita gente interessante e importante das áreas de propaganda, marketing, comunicação e tecnologia.

Outra coisa legal é acompanhar bons documentários. Fico caçando bons documentários no Netflix. Algumas indicações:

– Abstract – The art of design – A primeira temporada foi muito boa e eles acabaram de disponibilizar a segunda. Já assisti a dois episódios desta nova temporada e eles mantiveram o ótimo nível da primeira. Caso você curta design e goste de referências de diferentes áreas pra se inspirar essa série documental é obrigatória

– Como o cérebro cria – esse documentário desvenda ( ou tenta desvendar)os mistérios da inventividade e criatividade humanas e para tanto mostra diversas atividades artísticas e a relação do processo criativo com as capacidades de nosso cérebro. Ótimo ritmo e edição. Gostoso de assistir.

– Está tudo nos números – já que só se fala de Big Data, IA, Analytics, algoritmos e dados, nada melhor do que um documentários que mostre o universo dos números. Bem bacana e quase que obrigatório para que o povo de humanas se aproxime e passe a gostar um pouco mais dos números.

Acho que por enquanto tá bom! Tente degustar alguns destes conteúdos. Vai valer a pena!

Share and Enjoy !

0Shares
0 0