Shopping Pátio Pinda e Grupo Cine lançam promoção para os clientes

Cupons para serem trocados por ingressos estarão disponíveis para quem consumir na praça de alimentação do centro de compras

A partir da próxima terça-feira (29), inicia a campanha “Ingresso em Dobro” do Shopping Pátio Pinda, realizada em parceria com o Grupo Cine. Durante a promoção, válida de terça a sexta-feira, a cada R$ 30,00 em compras na praça de alimentação do centro de compras, o cliente ganhará um voucher que lhe dará direito a um ingresso grátis na compra de um ingresso pago, ambos para a mesma sessão – podendo ser inteira ou meia entrada. A troca do voucher deverá acontecer na administração do shopping até o dia 29 de julho, data em que se encerra a campanha.

Entre as próximas estreias mais esperadas destacam-se a série “Velozes e Furiosos 9”, a animação “Os Croods 2: uma nova era”, o longa-metragem “Viúva Negra”, a comédia “Space Jam”, o terror “Um lugar silencioso”, a animação “Hotel Transilvânia 4” e a aventura “Jungle Cruise”. A programação completa e os horários das sessões podem ser conferidos no site: www.grupocine.com.br.

Além da campanha “Ingresso em Dobro”, o Grupo Cine também oferece aos clientes vantagens especiais para sessões exibidas aos sábados e domingos (exceto feriados), como o pacote família (2 crianças até 12 anos e 2 adultos) no valor de R$ 50,00; e de sexta a domingo (exceto feriados) valores individuais com desconto R$ 22,00 a inteira e R$ 11,00 a meia. Idosos acima de 60 anos, crianças e adolescentes até 16 anos (apresentando um documento com foto), professores, doadores de sangue e pessoas com deficiência e seus acompanhantes também pagam meia no Grupo Cine.

Fonte: Communicare – Camila Dezze

Últimos dias de inscrição do FestVídeo 2021

Em sua 31ª edição, FestVídeo inova no formato e planeja repetir o sucesso de 2020. Inscrições até dia 19 de março

As inscrições para o FestVídeo 2021, uma das principais premiações do país e promovida pela APP Ribeirão (Associação dos Profissionais de Propaganda), encerra-se na sexta-feira,19/03. Elas podem ser feitas no site oficial www.festvideo.com.br onde estão disponíveis informações sobre regulamento, calendário e categorias.

Com o slogan “Só os melhores estão aqui” e campanha criada pela agência Gente Propaganda de Vitória da Conquista/BA, a 31a edição do FestVídeo promete repetir o sucesso de 2020, quando o formato on-line triplicou o número de participantes e visualizações do canal de youtube da APP Ribeirão. A cerimônia de premiação será realizada dia 28/04 e está planejada para acontecer em formato híbrido, no Theatro Pedro II, em Ribeirão Preto (SP).

O presidente da APP Ribeirão, Eduardo Soares, destaca a importância do festival e a criação de uma nova categoria, a Desafios 2020. “Essa categoria foi criada com o objetivo de valorizar e premiar as ideias de superação e inovação por conta da pandemia, com mensagens relacionadas à conscientização e prevenção do vírus, doações, entre outras ações que demonstrem a preocupação das empresas com o momento atual e as iniciativas para amenizar os seus efeitos”.

Eduardo Soares-presidente da APP Ribeirão Preto

Para o idealizador e organizador do FestVídeo, Toni Valente, o desafio continua sendo grande, pois ainda há períodos difíceis para todos. “Vamos seguir como fizemos em 2020, quando entregamos todos os eventos no formato virtual e, em 2021, pretendemos inovar com o formato híbrido, presencial e on-line, dentro das orientações das autoridades da saúde. A APP não para e vamos seguir cumprindo com o compromisso de valorizar e premiar os talentos regionais”.

Toni Valente

Categorias FestVídeo 2021

Em Comercial, as categorias concorrentes são Animação, Campanha, Institucional de Serviço/Marca, Institucional de Produto, Promocional, Órgãos Públicos.

Em Especiais, são Vídeos on-line, Marca/Serviço, Vídeos On-line Produto/Promocional, Causas Sociais, Vídeo Case, Storytelling, Branded Content, Marketing Corporativo, Prêmio Desafios 2020, Craft, Serviço Especializado e Universitário.

E para encerrar a cerimônia de premiação do FestVídeo, o Prêmio Especial para a agência que mais pontuar no festival e o esperado GrandPrix, que é o prêmio máximo disputado pelas peças inscritas nas categorias Comerciais.

O FestVídeo 2021 é patrocinado pelas empresas Adstream, Clube/Band, EPTV, Record TV e SBT.

Fonte: Agência ERA de Comunicação e Conteúdo – Mariana Cruz

Estácio lança campanha com Emicida

Estácio faz seu brilho com Emicida

2021 está aí. Com o início deste novo ciclo, o resgate da esperança e novas metas se fazem cada vez mais presentes. Conectada com este novo momento, a Estácio, uma das maiores instituições de ensino superior do país, acaba de lançar a sua nova campanha “Faz seu brilho”.

A campanha – que foi ao ar no último dia 04 – desta nova fase tem a criação da Artplan e co-criação de uma das maiores influências jovens da atualidade e que transcende a musicalidade, o rapper Emicida. A parceria com Emicida – reconhecido pelos seus versos incisivos, discurso forte e rimas cheias de sensibilidade – tem o objetivo de despertar o brilho que existe dentro de cada estudante. O rapper é protagonista de uma série de ações para a marca, e incentiva as pessoas a buscarem seu próprio brilho com a convocação “Arrasta pra cima e brilha”.

Escrevendo a sua Brilhografia

Na campanha, Emicida é o porta-voz da marca, que convoca as pessoas a escreverem a sua “Brilhografia” e despertar o talento que vai construir um futuro de crescimento, com base em conhecimento. No vídeo, sob a direção de Fred Ouro Preto (mesmo diretor do documentário “AmarElo – É tudo pra ontem), Emicida está em uma carteira de estudantes, localizada em um enorme estúdio vazio. Com sua rima potente, o rapper dispara versos que falam direto com aqueles que desejam e podem fazer a diferença em suas próprias vidas.

Brilhogia, uma nova disciplina

Além de uma campanha com vários formatos que vai cobrir todas as mídias como TV aberta, TV paga, rádio, OOH e digital, Emicida protagoniza também vídeos com mensagens sobre autoestima, propósito e empreendedorismo para uma ação que vai muito além da comunicação. O rapper será curador criativo de uma nova disciplina da instituição chamada “Brilhogia”. A ideia é ajudar estudantes a revelarem o seu potencial criativo e intelectual por meio do conhecimento sobre como expor o brilho próprio de cada um.

Com isso, a Estácio estabelece que o “Faz seu brilho” é muito maior que uma simples assinatura.

Ficha Técnica

Anunciante: Estácio

Agência: Artplan

Campanha: Arrasta Pra Cima e Brilha

Diretor de Criação: Marcello Noronha

Co-criação: Emicida

Criação: Marcello Noronha, Felippe Mendonça, Luiz Faria e Manuela Porto

RTVC: Felipe Cunha

Diretora de Atendimento: Ana Paula Sanchez

Atendimento: Cristiana Miranda, Priscila Corrêa, Priscila França e Stella Malta

Diretora Geral de Mídia: Sabrina Frota

Diretora de Mídia: Joana Chulam e Sara Gobbi

Mídia: Marcio Marchiori

Diretor de Planejamento: Paula Lagrotta

Planejamento: Aline Freitas

Produtora do filme: Café Royal

Diretor: Fred Ouro Preto

Produtora de Som: Cabaret

Cliente: Eduardo Guedes, Renata Rudge, Renata Veloso, Mylena Moraes, Kaio Nazioneno, Bianca Rezende e Ana Paula Barros

Fonte: APPROACH COMUNICAÇÃO – Luciana Thomaz

Coluna Propaganda&Arte

O que Dolly, Chaves e guarda-chuva de chocolate têm em comum?

Além do famoso Dollynho, do programa do Chaves e daqueles chocolatinhos em formato de guarda-chuva, o seriado La Casa de Papel, faz parte de um seleto grupo de coisas ruins que adoramos.

Quando falo que algo é ruim, não estou entrando no mérito de uma avaliação artística, no caso dos programas de TV, ou uma análise de qualidade técnica, no caso dos alimentos. Por isso, para que nosso texto seja produtivo e minha linha de raciocínio fique clara, vamos considerar as seguintes questões:

1- O que significa dizer que algo é “ruim”?
Não estamos pensando nos campos morais ou éticos, de algo bom e ruim. E sim, de algo simples, com poucos elementos em sua composição, barato, com baixos investimentos e, por esse motivo, de baixo valor final.

Esse conceito explicaria as propagandas e os comerciais de baixo custo do refrigerante Dolly, assim como sua mascote que até meme virou, tamanha proximidade esse personagem tem com o público brasileiro.

Já os guarda-chuvas de chocolate, docinhos de décadas atrás, assim como as moedinhas de chocolate e os polêmicos cigarrinhos, oferecem um chocolate comum e barato, com um gosto característico, se diferenciando pelo formato. O resultado é um sucesso gigante com o grande público que consome o que é barato ou se afeiçoa por algum ponto desse produto.

2- Tudo o que é ruim é simples? E tudo que é simples é ruim?
Esse outro conceito precisa ser quebrado. O artista Romero Britto é bastante criticado por apresentar um estilo bastante colorido, simples e até infantil. Ele fez sucesso assim e agradou pessoas de todas as classes sociais. Esse é um feito que precisa ser reconhecido.

Outros artistas também usaram a simplicidade para expressar sua arte e, no meio artístico, são consagrados e colocados no hall da arte moderna. É o caso do movimento Minimalista que surgiu na década de 60 em New York e até hoje faz muito sucesso.

3- Eu preciso ter vergonha de gostar de algo “ruim”?
Claro que não. Cada um tem um tipo de gosto e cada pessoa aprecia um tipo de complexidade da arte ou produto. Seja de um seriado, como La Casa de Papel, que apresenta um roteiro forçado em algumas cenas e personagens estereotipados, mas agrada pelo conjunto da obra e o carisma de certos personagens. Ou então, o seriado mexicano Chespirito (Chaves e Chapolin) que conta com poucos atores, cenários baratos e personagens planos para conseguir cativar o público e gerar empatia de seus telespectadores.

É interessante, porém, saber que existem sempre produtos de melhor qualidade, seja um tipo de bebida, um chocolate, filmes ou séries, que demandaram mais tempo, investimento e raciocínio de seus criadores para conseguir chegar ao seu produto final. Isso também precisa ser valorizado.

4- E se eu não ligar para essas coisas de ruim ou bom?
Eu coloquei essa questão aqui, pois sei que cada um tem o direito de considerar ruim ou bom algo que viu, consumiu ou gosta. A análise aqui é mais no mérito de entender os motivos que levam algo de baixo investimento a fazer tanto sucesso. E o ponto que eu acredito responder à pergunta é a SIMPLICIDADE, que gera uma unidade mais palpável e comunica com mais pessoas.

Uma propaganda ruim, uma mascote comum, um programa de baixo investimento, um alimento extremamente barato e com sabor exagerado. Todos estes são caminhos que indústrias e profissionais escolheram para trilhar e, pelo jeito, sempre vai existir mercado para esse tipo de produto. Ruim ou não, o importante é que a gente consome, adora e não esquece. No final, é disso que trata a propaganda, não é?