Pesquisa mostra que a grande maioria da população está satisfeita em morar na cidade

No aniversário de 254 anos, uma São José satisfeita

Pesquisa feita pela ACI para o aniversário de São José revela que a grande maioria da população está satisfeita em morar na cidade; confira também o que não pode faltar na mesa do joseense, o que toca na playlist dele, qual seu lugar de lazer preferido e, claro, o time do coração

Uma boa notícia para a cidade que comemora 254 anos na próxima terça-feira: a grande maioria dos joseenses adora viver em São José dos Campos.

Isso é o que revela a nova rodada de pesquisas realizada pela Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos, feita em parceria com a Universidade de Taubaté, por intermédio do Nupes (Núcleo de Pesquisas Econômico-Sociais), entre os dias 6 e 8 de julho, em locais de grande circulação na cidade: praça Afonso Pena, Calçadão da Rua 7 e rua 15 de Novembro. Foram ouvidas 106 pessoas. O levantamento tem um intervalo de confiança de 95%.

Segundo a pesquisa, 98,11% das pessoas satisfeitas por morar em São José dos Campos. Isto é, de cada 100 moradores da cidade, 98 adoraram viver aqui.

E qual a razão desse contentamento? A resposta é simples: a qualidade de vida encontrada aqui. Essa foi a resposta dada por 64,15% dos entrevistados à pergunta sobre qual a principal vantagem de morar em São José dos Campos. Mas há outros motivos: 7,55% preferem viver em São José dos Campos pelas oportunidades de emprego; 6,60% destacaram a Educação como principal atrativo da cidade; 5,66% apontaram a Saúde Pública como maior vantagem; e 4,72% elogiam as praças e áreas verdes da cidade.

Mas a cidade só tem coisas boas?

Perguntados sobre eventuais desvantagens de São José dos Campos, 21,70% dos entrevistados apontaram o transporte público como principal problema, seguido de Segurança Pública (15,09%), Saúde Pública (14,15%) e falta de oportunidades de emprego (12,26%. 17,92% dos entrevistados na pesquisa ACI/Unitau não souberam apontar desvantagens ou não souberam responder.

E perguntados sobre que presente coletivo dariam à cidade no aniversário de 254 anos, as principais respostas foram: 26,42% melhorariam a área de Saúde Pública; 18,87% dariam mais oportunidades de emprego à população; 15,09% melhorariam o transporte público; e 12,26% melhorariam a Segurança e a área da Educação Pública. Prova que mesmo em uma cidade onde a grande maioria adora morar sempre têm coisas que podem ser melhoradas.

Confira os outros temas abordados na pesquisa:

Qual a sua comida preferida?

O que o joseense gosta de comer? A pesquisa ACI/Unitau revela que a disputa pelo paladar do morador de São José dos Campos é bem apertada: 7,58% elegeram o estrogonofe como seu prato preferido; 6,06% preferem churrasco;
6,06% gostam mais de lasanha; 5,30% preferem arroz, feijão, bife e batata frita, uma comida bem brasileira. Outros 5,30% gostam de massas, em geral, de macarrão a pizza.

Qual estilo de música você prefere ouvir?

Som na caixa, que o joseense é bem eclético. A essa pergunta, 23,58% dos entrevistados disseram preferir sertanejo; 16,04% gostam de rock; 14,15% disseram gostar da boa e sempre atual MPB; 12,26% gostam mesmo é de um bom forró; e 11,32% disseram preferir música gospel, com citações ainda ao pagode, funk e música erudita.

Que personalidade joseense é a “cara” de São José dos Campos?

Na “capital do avião”, o engenheiro Ozires Silva não poderia faltar na lista de personalidades mais citadas. Mas ele não está só: a lista dos mais citados inclui Zé Mira; o volante Casemiro, titular da seleção brasileira; a nadadora Fabíola Molina, eterna sereia das piscinas; os apresentadores Tiago Leiffert e Jonas Almeida; além do poeta Cassiano Ricardo e o ex-prefeito Emanuel Fernandes. Mas, vejam só, 62% dos entrevistados não citaram ninguém.

Qual o seu lugar de lazer preferido em São José dos Campos?

Isso é que é qualidade de vida: três dos quatro pontos de lazer preferidos do joseense são parques públicos. O Parque da Cidade lidera esse ranking, com 66,04% das citações, seguido do Vicentina Aranha (10,38%) e do parque Santos Dumont (5,66%). No meio de tantos parques, em terceiro lugar nas citações surgem os shoppings, pontos de lazer preferidos para 8,49% dos entrevistados.

Qual é o principal “cartão postal” de São José dos Campos?

Nesse ponto, uma surpresa: terá São José um novo “cartão postal”? Segundo a pesquisa ACI/Unitau, a resposta é sim: 45,28% dos entrevistados apontaram o Parque da Cidade como o principal “cartão postal” de São José, seguido pelo Banhado (31,13%). Empatados com 5,66% também foram citados o Arco da Inovação e os parques Santos Dumont e Vicentina Aranha.

Você pratica atividade física? Com que frequência?

O joseense é adepto do “mexa-se”, segundo a pesquisa ACI/Unitau: 58,48% dos entrevistados disseram praticar atividade física contra 38,68% que confessaram que não, não praticam e 2,83% que não quiseram responder. Sobre a frequência da atividade física, varia: 20,75% disseram praticar duas a três vezes por semana; 16,98% afirmaram ir à luta todos os dias; 12,26% responderam que praticam atividades físicas uma vez por semana; e 8,49% disseram praticar atividades físicas de quatro a seis vezes por semana.

Qual o seu time de futebol do coração?

E agora? Bem, essa questão sempre vai gerar polêmica, mas pesquisa é pesquisa. E a pesquisa ACI/Unitau mostra que o Corinthians é o time com maior torcida em São José dos Campos, com 28,30% dos entrevistados, seguido do São Paulo (18,81%), Santos (8,49%) e Palmeiras (6,60%). O São José aparece com 1,89% das citações e 4,72% disseram torcer para outros times. Com um adendo: 25,47% dos entrevistados disseram não gostar de futebol.

Fonte: Matéria Consultoria & Mídia – Gabriel Camacho

Lojistas consideram positivas vendas do Dia dos Namorados

Pesquisa ACI/Unitau revela que vendas para a data ficaram acima da expectativa inicial; tíquete-médio ficou na faixa de R$ 101 a R$ 200

O volume de vendas deste Dia dos Namorados foi considerado positivo pela maioria dos lojistas de São José dos Campos.

Isso é o que revela nova pesquisa sobre comportamento do mercado consumidor feita pela Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos em parceria com a Universidade de Taubaté, por intermédio do Nupes (Núcleo de Pesquisas Econômico-Sociais). O levantamento foi feito entre os dias 15 e 18 de junho, ouvindo 200 lojistas em locais estratégicos do comércio da cidade: praça Afonso Pena, Calçadão da Rua 7, rua 15 de Novembro e nos shoppings CenterVale, Centro e Vale Sul. O grau de confiabilidade da pesquisa é de 95%.

O levantamento mostra que o resultado das vendas do Dia dos Namorados foi aprovado por 84,5% dos lojistas entrevistados. As vendas foram consideradas positivas por 47,5% dos comerciantes e regulares para outros 37%. Só 15,5% dos entrevistados consideraram o movimento insatisfatório.

Os novos dados mostram uma reação do comércio na reta final do Dia dos Namorados. Pesquisa anterior, feita com os consumidores antes do Dia dos Namorados, apontava para um movimento mais fraco, com apenas 33% dos entrevistados afirmando que iria às compras nesta data. Segundo análise da ACI de São José dos Campos, as lojas abertas (ao contrário do ano anterior) e uma tendência, ainda que lenta, de retomada da economia contribuíram para um aquecimento nas vendas, apontada pela nova pesquisa.

Mais dados

A pesquisa ACI/Unitau apontou ainda que a maioria dos consumidores optou por comprar apenas um presente (49,5%) e que o tíquete-médio para a data oscilou entre R$ 101 e R$ 200 (28%). O levantamento revelou ainda que a grande maioria das vendas foi feita por cartão de crédito (70,5%) e que o consumidor pesquisou preços antes da compra (75,5%). Na contramão dos indicadores positivos, a pequisa ACI/Unitau apontou que o movimento de vendas do Dia dos Namorados não gerou contratação de temporários: apenas 7% dos lojistas abriram vagas temporárias para a data.

Fonte: Matéria Consultoria & Mídia – Gabriel Camacho

Beleza e elegância marcam o Dia dos Namorados em São José

Nova pesquisa ACI/Unitau revela que tíquete-médio para a data deve ficar entre R$ 101 e R$ 200

Roupas, perfumes, cosméticos e perfumes serão os presentes preferidos neste Dia dos Namorados, revela pesquisa feita pela Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos, em parceria com a Universidade de Taubaté.

Considerada uma das principais datas do comércio, o Dia dos Namorados vai ser comemorado no próximo sábado, dia 12 de junho.

Imagem de Free-Photos do Pixabay

Realizada para identificar o comportamento do consumidor em relação ao Dia dos Namorados, a pesquisa foi feita nos dias 27 de maio e 1o. de junho, em locais de grande concentração do comércio: praça Afonso Pena, Calçadão da Rua 7, Rua 15 e shoppings CenterVale, Centro, Colinas e Vale Sul. Os técnicos do Nupes (Núcleo de Pesquisas Econômico-Sociais) da Unitau ouviram 119 pessoas. A margem de confiança do estudo é de 95%.

Segundo o levantamento, os presentes preferido este ano são roupas (38,46%), perfumes e cosméticos (23,08%), outros presentes (13,85%), e calçados (10,77%). Eletrônicos e viagens/passeios aparecem empatados, com 3,08%.

O tíquete-médio de presentes para a data deve ficar entre R$ 100,1 e R$ 200 para a maioria dos entrevistados (47,69%), seguido de R$ 50,01 a R$ 100 para 20%, aponta a pesquisa ACI/Unitau. E a forma de pagamento preferido deve ser a vista (73,85%), por meio de cartão de débito (46,15%). Outros 30,77% preferem usar cartão de crédito, 21,54% falam que vão pagar em dinheiro e 1,54% vão lançar mão do crediário das lojas. Não foi identificado uso de cheques.

Local
O levantamento ACI/Unitau revela também que os shoppings devem ser os locais preferidos pelos namorados para fazer compras. Os centros de compra foram citados por 41,45% dos entrevistados, contra lojas do centro da cidade (24,62% internet (21,54%) e lojas de bairro (3,08%).

Tendência
A pesquisa ACI/Unitau revelou também que 333,61% dos consumidores planejam comprar presentes neste Dia dos Namorados. As razões para o índice são várias: muitas pessoas disseram que não estão namorando, outras afirmaram não festejar a data e parte dos consumidores disse não ter dinheiro para presentes este ano. O índice de 33,61% fica abaixo da intenção medida na pesquisa de 2019, fixada em 58%. Em 2020, em razão da fase crítica da pandemia, não foi realizada pesquisa.

Fonte: Matéria Consultoria & Mídia – Gabriel Camacho

Vendas do Dia das Mães deste ano foram consideradas positivas

Comércio de São José aprova vendas do Dia das Mães

As vendas do Dia das Mães deste ano foram consideradas positivas pelos lojistas da cidade, aponta pesquisa realizada pela Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos em parceria com a Universidade de Taubaté.

Segundo a pesquisa, 68,27% dos lojistas aprovaram as vendas do Dia das Mães, com 14,42% considerando as vendas muito melhores que o previsto e 53,85% classificando as vendas como melhores que o previsto. 17,31% consideram as vendas iguais e 14,42% afirmaram que as vendas foram piores ou muito piores que o esperado para a data.

O levantamento sobre a opinião dos lojistas de São José dos Campos sobre o Dia das Mães foi realizado nos dias 11 e 13 de maio por pesquisadores do Nupes (Núcleo de Pesquisas Econômico-Sociais) da Universidade de Taubaté. Foram visitados 107 lojas, localizadas em pontos estratégicos do comércio da cidade: praça Afonso Pena, Calçadão da Rua 7, Rua 15 e shoppings CenterVale, Centro, Colinas e ValeSul.

O Dia das Mães deste ano foi estratégico, por ter as lojas abertas. No Dia das Mães de 2020, o comércio estava fechado em razão da pandemia.

A pesquisa ACI/Unitau apontou também que, segundo os lojistas, a maioria dos consumidores optou por comprar dois presentes (43,27%) e que o tíquete médio ficou em torno de R$ 100,1 a R$ 200 (34,6%). O levantamento revelou também que a maioria dos consumidores pagou suas compras com cartão de crédito (65,38%) e que, na percepção dos lojistas, pesquisar preços antes da compra foi seguido por 63,46%.

Trabalho
O levantamento ACI/Unitau revelou também que 21,15% dos lojistas de São José dos Campos contrataram funcionários temporários para o Dia das Mães, contra 78,85% que não contrataram.

Fonte: Matéria Consultoria & Mídia – Gabriel Camacho